Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Agosto 30, 2020

Igreja Católica de Inhambupe anuncia retorno de missas presenciais a partir de domingo, 6

  O bispo Dom Paulo Romeu, da Diocese de Alagoinhas, autorizou a volta das celebrações presenciais na paróquia do Divino Espirito Santos do município de Inhambupe. O comunicado foi publicado na  página social da paróquia  pelo pároco Renato Peixinho. De acordo com a nota, as celebrações podem ser realizadas nas quintas-feiras e domingos às 19h. Para participar da missa é preciso agendar antes na secretaria da paroquia, por telefone ou presencial, pois o limite de pessoas na igreja será de 45 por celebração. Idosos, crianças e pessoas de riscos NÃO devem participar. Mesmo voltando as celebrações presencial, a igreja manterá as transmissões das celebrações pelas plataformas digitais: YouTube, Facebook, Radio Inhambupe FM.

Convenções partidárias podem ser realizadas ate dia 16

Com as alterações no calendário eleitoral deste ano, o novo prazo para a realização das convenções partidárias começa nesta segunda-feira (31). As convenções partidárias vão definir as coligações e escolher os candidatos a prefeito e vereadores nas eleições municipais em todo o país. Além disso, também inicia o período para registro de candidaturas no TSE. O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) autorizou, este ano, que as convenções fossem realizadas de forma virtual, pelos partidos, por conta da pandemia do coronavírus. De acordo com a resolução, os partidos poderão realizar suas convenções em formato virtual ou presencial até 16 de setembro, atendendo às recomendações de saúde para evitar a propagação do vírus. A expectativa é que o número de convenções marcadas aumente significantemente nos próximos dias, para que seja possível cumprir com folga o prazo final para a realização dos eventos, que é 16 de setembro. Aos partidos políticos é assegurada a autonomia para a utilização das ferra

Alagoinhas: Justiça Eleitoral determina que prefeito remova propagandas da prefeitura

  A Justiça Eleitoral determinou, nesta segunda-feira (31), que o prefeito de Alagoinhas, Joaquim Neto (PSD), deixe de divulgar e exclua todas as peças publicitárias expostas em mídia física ou digital pela prefeitura do município, que não se resumam à divulgação de fatos de grave e urgente necessidade pública. A prefeitura também deverá excluir todas as publicidades relativas a ações de combate à Covid-19 em que conste a identificação pessoal do gestor municipal ou slogans da gestão, autorizando apenas o uso símbolos oficiais de identificação do ente público.  A decisão, assinada pelo juiz Fabio de Oliveira Cordeiro, 163ª Zona Eleitoral, fixa o prazo de 24 horas em relação à publicidade por mídia virtual, sites e redes sociais, e 48 horas em relação à publicidade física em outdoors e cartazes. A multa por descumprimento da decisão é de R$ 1 mil por dia. A medida atende à representação do partido Democratas (DEM) de Alagoinhas, que faz oposição ao prefeito da cidade e enxergou propagan