MAIS SAUDE BAHIA 1220

MAIS SAUDE BAHIA 1220
MAIS SAUDE BAHIA 1220

sábado, 28 de novembro de 2020

Paulinho da Viola faz as honras da casa

 

Não vamos dizer que era a live que faltava, pois Maria Bethânia ainda não fez a dela. Mas  no quesito artistas que amamos e lives que não esperávamos, a de Paulinho da Viola, neste sábado (28), foi a boa notícia para encerrar a semana. O cantor e compositor carioca, que completou 78 anos no último dia 12, faz uma live exclusiva no Globoplay, a partir das 22h. E o melhor é que  o sinal estará aberto para não assinantes, mediante cadastro "Minha expectativa é de que essa live pos sa chegar a um número maior de pessoas que não tiveram a oportunidade de assistir  aos meus shows, e que elas possam recebê-la com alegria nesse momento tão difícil que estamos passando.

Com direção geral de LP Simonetti, a apresentação acontece do espaço Cidade das Artes, no Rio, com presença apenas dos músicos e da equipe técnica.  O mestre do samba promete uma síntese de seus 56 anos de carreira, passeando por clássicos como Pecado Capital, Coração Leviano, Foi um Rio que Passou em Minha Vida e Bebadosamba.  “Ouvindo algumas pessoas, decidi fazer uma síntese dos grandes sucessos da minha carreira, das músicas mais conhecidas e uma ou outra não tão conhecida”, adianta. Esta é uma oportunidade de matar saudades do samba elegante de Paulinho da Viola, que está isolado desde o começo da quarentena. “Aproveitei pra fazer uma série de coisas pendentes na minha vida particular, como ler mais, ouvir mais músicas e até compor também”, conta o artista, que no início do mês lançou o álbum Sempre se Pode Sonhar (Sony Music), registro de uma temporada realizada em 2006, no Teatro Fecap, em São Paulo. Preservado nos arquivos do artista, o disco traz 22 canções gravadas ao vivo, incluindo a inédita e autoral Ela Sabe Quem eu Sou, que define como uma canção que se aproxima do samba sincopado da  bossa nova. O álbum traz canções marcantes como Talismã, Nervos de Aço e Coração Leviano. 

E um bloco instrumental formado pelos clássicos  Cochichando  e 1x0, de Pinxiguinha, Vibrações, de Jacob do Bandolim, além de dois choros de Paulinho, um com Cristovão Bastos (Um Choro pro Waldir) e o outro com Mario Sève (Vou me Embora pra Roça), respectivamente o pianista e o flautista/saxofonista de seu Conjunto. De Cartola, que ele considera sua maior influência, tem Fiz por Você o que Pude, canção gravada no disco No Tom da Mangueira, de 1991. 

A ideia de lançar o registro acabou ficando na prateleira por 14 anos, pois em 2007 Paulinho lançou o Acústico MTV e emendou com uma longa turnê. Agora, nestas reviões possíveis pela pandemia, ele felizmente vem à tona.  Neste sábado, às 22h, no Globoplay, que estará com sinal aberto.

Domingo no TCA exibe concerto da Orkestra Rumpilezz

O projeto Domingo no TCA mata saudades do público com uma apresentação neste domingo 29), às 11h, de concerto de Letieres Leite & Orkestra Rumpilez, no canal do YouTube do TCA. A apresentação é  o registro em vídeo de um concerto realizado na Filadélfia, no Temple University Performing Arts Center, em agosto de 2015, quando  o público americano presenciou, pela primeira vez, a performance do grupo. A big band instrumental de percussão e sopro, com seus 20 integrantes, juntou-se ao pianista e compositor de jazz afro-cubano Arturo O’Farrill e ao trompetista e compositor  Steven Bernstein na noite inesquecível. O show fica disponível até 20/12, em https://youtu.be/p64_B6ps7-Q . 

Gaby Amarantos

A cantora Gaby Amarantos manda notícias com o single Vênus em Escorpião, que pode ser ouvido nas plataformas digitais e visto em seu canal no YouTube. Produzido por Jaloo, trabalho traz dois convidados ilustres, Ney Matogrosso e Urias. “Achei que a música tem a energia de Urias e sou fã do Ney. Fico muito feliz em ver 3 gerações da música nessa canção”, afirma Gabi. 

Felipe Cordeiro e Márcio Victor

Pará e Bahia Esta é pra quem gosta de dançar. O paraense Felipe Cordeiro junta sua música dançante e cheia de  de swing com a quebradeira da banda Psirico. Ele e Márcio Victor estão juntos  no single Foguinho, lançado nas plataformas digitais. Foguinho é uma composição de Felipe Cordeiro, em parceria com Patricktor4, que também assina a direção musical, e produção musical de Leo D. A música é uma explosão tem graves poderosos e um arranjo direcionado para pistas de dança,  soando no meio caminho entre o reggaeton e a guitarrada. https://www.youtube.com/watch?v=0n3cLG5Nkp4


25 Anos de Samba Pras Moças

A Universal Music lançou nas plataformas digitais o álbum Samba Pras Moças, uma das pérolas da discografia de Zeca Pagodinho, que foi apresentado em 1995, há  25 anos. O disco ganhou nova mixagem de Flávio Senna, mesmo engenheiro de som do projeto original. E a faixa Vou Botar teu Nome na Macumba, primeira parceria de Zeca Pagodinho e Dudu Nobre, ganhou vídeo

yric. Com 13 canções, em sua maioria produzidas pelo mestre Rildo Hora, o álbum abre com a faixa-título, composta por Roque Ferreira e Grazielle e traz outros hits como Brincadeira Tem Hora  (Zeca Pagodinho / Beto sem Braço)  e Quando eu Contar (Iaiá) (Serginho Meriti / Beto sem Braço). https://youtu.be/p64_B6ps7-Q .Fonte/Correio24horas


zeca



Nenhum comentário:

Postar um comentário