quinta-feira, 29 de outubro de 2020

Entre Rios: Manoelito Argolo Júnior tem candidatura impugnada pela Justiça Eleitoral

 

O juiz eleitoral da 144ª Zona Eleitoral de Entre Rios aceitou o pedido de impugnação da candidatura de Manoelito Argolo Júnior (PP), que disputa a prefeitura daquele município. A decisão tem por base uma ação de improbidade administrativa no tempo em que foi prefeito da cidade vizinha, Cardeal da Silva.O pedido de impugnação foi feito pela coligação “Entre Rios vai Voltar a Crescer, Cuidando de Você, encabeçada por , que adicionou ao processo de avaliação de deferimento os termos do acórdão do Tribunal de Contas da Bahia (TCU) de número 4461/2020, que julgou como irregulares as contas do hora impugnado na gestão já citada. 


“E, compulsando o teor do Acórdão nº 4461/2020, tem-se por preenchidas as condições acima elencadas, assim como não há evidências de que a decisão tenha sido suspensa pelo Poder Judiciário. Posta a questão controvertida nesses termos, entende o Ministério Público Eleitoral tratar-se agora de caso de inelegibilidade,permitindo conferir efeitos infringentes aos embargos e, desse modo, modificar a sentença retro e decidir por indeferir o registro da candidatura de Manoelito Argolo dos Santos Júnior ao cargo de prefeito municipal de Entre Rios nas eleições de 2020”, diz a decisão. 


Manoelito Argolo é o segundo candidato de Entre Rios a ter candidatura impugnada. Antes dele, Madeirol Almeida também não conseguiu regularizar sua situação junto à Justiça Eleitoral. Fonte/Bahia Noticia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário