domingo, 5 de julho de 2020

Feira volta a fechar comércio após explosão de casos da Covid-19 e esgotamento de leitos

Feira volta a fechar comércio após explosão de casos da Covid-19 e esgotamento de leitos O prefeito de Feira de Santana, Colbert Martins Filho, anunciou neste domingo (5) novamente o fechamento do comércio e do setor de serviços do município a partir desta terça-feira (7) para tentar conter o aumento no número de casos de coronavírus. A medida foi tomada após reunião com os secretários do Governo. O decreto será publicado nesta segunda (6), no Diário Oficial do Município, com as normativas a serem adotadas.  Dessa forma, somente serviços essenciais vão seguir funcionando normalmente, como mercados, farmácias, padarias, postos de combustível e locais de venda de produtos para animais.A cidade tem 68 óbitos e 4276 casos confirmados da doença. Entre o total de casos diagnosticados, 1966 pessoas estão recuperadas. 
  
O Hospital de Campanha, que só atende pacientes infectados pelo COVID-19, está com 100% de ocupação dos leitos de UTI e 56% dos leitos de enfermaria. No total, o hospital conta com 10 leitos de UTI e 50 leitos de enfermaria. “Cabe, agora, em razão da sua segurança, da segurança da sua saúde, da sua família, de todos vocês tomar uma atitude de restringir ainda mais as atividades para evitar o aumento da transmissão e da contaminação por coronavírus e atender aqueles que precisarem de internação e leitos de UTI. Peço a sua colaboração”, disse Colbert. Confira: 
  
O comércio de Feira estava seguindo uma escala de funcionamento desde o dia 16 de junho. Todos os estabelecimentos, de até 200m² (duzentos metros quadrados), tinha os dias específicos para funcionar, das 9h às 16h. Os shoppings, as galerias e o Feiraguay, também, estavam funcionando, com horário reduzido e seguindo as regras de higiene. As medidas estabelecidas pelo novo decreto vão até o dia 14 de julho. Fonte/Bahianoticia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário