quarta-feira, 22 de abril de 2020

Uso de máscara pode impedir colapso no sistema de saúde na Bahia, diz secretário de Saúde

Se todas as pessoas que precisarem ir às ruas fizerem uso de máscara, o sistema de saúde da Bahia pode não entrar em colapso por causa da contaminação do novo coronavírus (Covid-19). A afirmação foi feita pelo secretário de Saúde Fábio Vilas Boas durante entrevista para a TV Bahia, na tarde desta quarta-feira (22).
“Nós temos hoje uma taxa média de progressão de 9% por dia. Isso vai fazer com que no final de maio, já ultrapassemos a ocupação do número de leitos construídos exclusivamente para o coronavírus na Bahia. Essa projeção indica mais de 1600 internações no final de maio”, indica o secretário. Hoje no estado existem cerca de 200 leitos exclusivos para pacientes de Covid-19 e outros 800 deverão ser abertos para suprir a demanda.
“Se nós conseguirmos diminuir para 8%, ou seja 1% em valores absolutos, o número no final de maio vai ser um pouco superior a 900 pacientes internados. Estamos diante de um crescimento exponencial, qualquer ganho que conseguirmos nesse momento e nos próximos 40 dias vai se resumir na capacidade de salvar mais vidas. Com toda sociedade usando máscara, nós vamos derrubar essa taxa de progressão”, justifica.
Nesta quinta (23), o Governo do Bahia juntamente com a Prefeitura de Salvador devem publicar decretos obrigando o uso de máscaras para todas as pessoas que precisarem ir para a rua.
De acordo com o último boletim divulgado pela Sesab, na tarde de hoje, a Bahia registra 1.644 casos confirmados do novo coronavírus (Covid-19) e 50 óbitos. Ao todo, 388 pessoas estão recuperadas e 165 encontram-se internadas, sendo 61 em UTI. Fonte/Varela noticia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário