segunda-feira, 24 de fevereiro de 2020

“Chato pra car****, sr Márcio Victor, é achar que pode definir quem frequenta o Carnaval”, dispara Isidório

O Deputado Pastor Sargento Isidório alfinetou o cantor Márcio Victor, após ser criticado por estar presente na pipoca, no circuito Barra-Ondina, no último sábado (22). Na ocasião, Isidório, que é candidato à prefeitura de Salvador, estava vestido com trajes da polícia, cumprimentando foliões e falando a palavra de Deus.
No momento em que viu o Deputado, o cantor interrompeu o show para chamar atenção do Pastor, alegando estar “chato pra cara***” as placas de política por lá.Em resposta, Isidório afirmou que chato mesmo é esse comportamento do cantor, em querer barrar a presença de alguém em uma festa democrática.
“Chato pra caral**, sr Márcio Vitor, é achar que pode definir quem pode ou quem não pode frequentar o Carnaval de Salvador, a maior e mais democrática festa a céu do mundo”, afirmou.
“Chato pra caral**, sr Márcio Vitor, é receber quase meio milhão de reais da Saltur (autarquia municipal de turismo) para colocar o pré-candidato a Prefeito palaciano em um trio pago com o dinheiro do povo e como se em orgasmo estivesse ficar gritando o nome dele tudo isso na presença do atual prefeito que também estava em cima do trio”, criticou o Pastor. Deputado ainda alfinetou o cantor, alegando que ele não está reconhecendo as próprias raízes.
“Fica claro, portanto, a tentativa frustrada de constrager e vaiar o Pastor Sargento Isidório que está sempre nas ruas em permanente campanha contra a violência e pelo fortalecimento das famílias. Chato pra caral**, sr Márcio Vitor, é ver quem veio do guetto se voltar contra o próprio gueto a mando dos “reis” de plantão. Todavia, irmão, não se preocupe, pois quando DEUS opera NINGUÉM impede. Nem os reis tampouco seus contratados”, pontuou.Fonte/Correioda bahia,

Nenhum comentário:

Postar um comentário