sábado, 11 de janeiro de 2020

Vereadores participam da posse dos novos Conselheiros Tutelares em Inhambupe

Os vereadores de Inhambupe prestigiaram na manhã desta sexta-feira (10), a posse dos novos Conselheiros Tutelares no plenário da Câmara Municipal. O evento foi acompanhado por secretários municipais, familiares, amigos dos conselheiros que foram eleitos na eleição realizada em outubro do ano passado. A cerimônia contou ainda com homenagem e apresentação cultural dos alunos do Centro de Convivência do município.
Diversas autoridades estiveram presentes ao ato de posse dos novos Conselheiros, dentre elas, o prefeito Fortunato Silva Costa, a vice-prefeita Izabel Silva, os vereadores Wilson Cristo (Ego da Cajá), Erenildo Ramos (Eres do Formoso), além da vereadora Claudeci Montalvão (Keu da saúde).
O presidente da Câmara Jeovan Vieira em seu discurso ressaltou a importância do Conselho e dos novos conselheiros, eleitos para dar prosseguimento à aplicação das políticas públicas que asseguram os direitos da criança e do adolescente no município de Inhambupe, do apoio que sempre a Casa Legislativa ofertou ao órgão. “A missão do Conselho é defender e proteger as crianças, com objetivo de promover o pleno desenvolvimento deles na sociedade. O presidente Jeovan Vieira, parabenizou os eleitos comentando: “ Que os senhores se empenhem o máximo para ajudar as crianças do nosso município, os poderes constituídos se colocam a disposição de vocês para dar suporte a todos”, disse.
Ainda durante seu discurso, o presidente Jeovan Vieira, enalteceu o apoio do Ministério Público no processo eleitoral para escolha dos novos Conselheiros do município e o trabalho da presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA). “Precisamos parabenizar as pessoas que deram sua contribuição ao município. A senhorita presidente do Conselho Raissa Guimaraes foi uma revelação. Ao ministério público, na pessoa de doutor Saulo Rezende, que deu todo suporte, inclusive quando a casa se posicionou no sentido de alterar Lei que permitiria o voto em mais de um conselheiro e todos os treze vereadores apoiaram a mudança por conta de ser uma eleição com voto não obrigatório” declarou Jeovan.Fonte/whatsapp

Nenhum comentário:

Postar um comentário