domingo, 8 de setembro de 2019

Bolsonaro deve receber alta em seis dias; cirurgião explica demora do procedimento

O presidente Jair Bolsonaro deve deixar o hospital dentro de seis dias. É o que estima o médico Antônio Luiz de Vasconcellos Macedo, cirurgião-chefe que realizou neste domingo (8) a operação de correção de hérnia. A operação teve início às 7h35 e foi concluída às 12h40. Segundo Antônio, no mais tardar, em 10 dias Bolsonaro estará viajando:
“A cirurgia transcorreu muito tranquila, não houve nenhuma sutura intestinal, não houve sangramento, a gente imagina que após a alta, se tivermos a alta em cinco dias, ele deve viajar em sete dias, mais tardar em 10 dias”, afirmou o médico durante entrevista coletiva.
Ele explicou ainda o motivo da cirurgia, que tinha previsão de durar entre duas ou três horas, ter demorado cinco horas para acabar:
“Normalmente uma hérnia não demora tudo isso que demorou. Mas aí a gente não contava que tinha aderido tudo de novo em relação a cirurgia de 28 de janeiro. Isso teve de ser feito com muito cuidado, você não pode machucar o intestino em hipótese nenhuma. Teria sido melhor se [a cirurgia] fosse com duas horas, teria sido mais fácil”.
O médico afirmou ainda que há cerca de 6% de chances de o problema voltar a ocorrer no mesmo local, apesar de, segundo ele, os tecidos estarem em boas condições:
“O tecido que nós conseguimos unir e reforçar é um tecido mais musculoso, mais forte, mais nutrido, então é difícil de se imaginar que vai haver recidiva. Ele [Bolsonaro] está do ponto de vista clínico, do ponto de vista geral, muito bem, não tem sinais de cansaço, de esgotamento de nada”, concluiu o médico;Fonte/Varela Noticia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário