domingo, 14 de julho de 2019

Serra Preta: Oposição mostra união e força para 2020

odos os três pré-candidatos a prefeito e os vereadores de oposição estiveram reunidos na casa do presidente da Câmara onde firmaram o acordo de união para as eleições no ano que vem
A ideia era, e se confirmou, que o grupo de oposição de Serra Preta, cidade na Bacia do Jacuípe a 155 km de Salvador, acabe de vez com os boatos de que estarão divididos na eleição de outubro de 2020 para prefeito, vice e vereadores.
Participaram os pré-candidatos a prefeito Adeil Figueiredo, Evandro Figueiredo e Franklin Leite, o ex-prefeito e líder Antônio Carneiro e todos os sete vereadores de oposição: Gilmar do Buraco D’Água, presidente da Câmara, Adilson do JacuFabrício de FidelisGilson do TinguiMaduro de Serra Preta, Professor Maizo e Roque de Vá,  que debateram estratégias para colocar a cidade no crescimento e desenvolvimento para a geração de emprego e renda para os serra-pretenses, qualidade no atendimento na saúde, melhorias substanciais nas escolas sucateadas, ruas e estradas vicinais abandonadas e infraestrutura básica praticamente inexistente.
Depois da fala de cada um dos sete vereadores que expuseram ideais e pensamentos, foi a vez dos candidatos a candidato a prefeito se manifestarem.
Inicialmente, Adeil Figueiredo manifestou a disposição de novamente representar o grupo nas eleições para vencer o caos hoje instalado em Serra Preta e que nunca e jamais pensou em apoiar ninguém do outro grupo. “Se alguém disser ou disseminar isso, vai ser desmascarado em 2020, pois o povo vai saber em que palanque estarei”, disse de forma enfática.
Evandro Figueiredo falou da importância da atual Câmara de Vereadores que mostra as grandes falhas e os enormes erros do atual gestor e que, sem sombra de dúvidas, a atual administração prometeu o céu à população e sequer o mostra esse caminho há 30 meses. “Sou pré-candidato para fazer aquilo que merece esse povo criativo e trabalhador que é o serra-pretense”, disse Evandro.
Franklin Leite ratificou a disposição da pré-candidatura porque os serra-pretenses não merecem viver com tanto descaso e abandono. “Houve crescimento da receita nos últimos anos e isso não se reverte a favor do povo. Colocarei meu nome e estaremos juntos neste grupo no ano que vem”, confirmou Franklin.
Essa é a primeira de uma série para que os serra-pretenses tenham, a partir de 2021, qualidade nas condições de vida, que as crianças e os jovens pensem num futuro em Serra Preta e volte a ser referência em gestão pública.
Garantiram todos que em nenhuma hipótese haverá racha, pois, o povo quer ver o dinheiro do suor de cada um dos serra-pretenses bem aplicado em favor da qualidade de vida de todos.
Uma certeza ficou para todos: “os 4 anos de gestão da atual administração é um tempo perdido para cada um dos serra-pretenses”, que têm certeza que precisam mudar na eleição de 2020.Fonte/tudonews.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário