JC FOTOS DIGITAL

JC FOTOS DIGITAL

SUPERMERCADO E ATACADÃO SP

SUPERMERCADO E ATACADÃO SP

DENTAL MED SUA MELHOR OPÇÃO

DENTAL MED SUA MELHOR OPÇÃO

quarta-feira, 19 de junho de 2019

O ministro da Justiça, Sérgio Moro, falou à Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado sobre as conversas vazadas com o procurador da República Deltan Dallagnol, pelo site The Intercept Brasil, e disse que, caso alguma irregularidade seja comprovada, ele deixa o cargo no governo. A declaração foi feita nesta quarta-feira (19).“Estou absolutamente convicto das minhas ações como juiz. Se minhas comunicações com quem quer que seja sejam divulgadas, essa correção vai ser observada. Que o site apresente tudo para a sociedade ver se houve alguma incorreção. Se houve irregularidade de minha parte, eu saio. Mas não houve. Eu sempre agi na lei, de maneira imparcial”, afirmou.
O presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL) discordou da posição do ministro e não é a favor de que ele deixe o cargo. “Eu também não tenho apego ao meu cargo. O ministro é livre para tomar as decisões que bem entender. O Sérgio Moro é patrimônio nacional e, se depender de mim, não sai. Não posso casar pensando em separar um dia. Não vi nada de anormal até agora (nas conversas de Moro). Querem tentar me atingir atacando quem está do meu lado. O Sergio Moro é patrimônio, podem procurar outro alvo porque esse já era. Ele fica”, disse.Fonte/Varelanoticia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário