Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Agosto 26, 2018

AGENDA DE RUI COSTA

Maioria do TSE vota contra a candidatura de Lula

Por maioria (4 votos a 1), o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu, nesta sexta-feira (31), rejeitar a candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) à Presidência da República.  O primeiro voto foi do relator do caso, ministro Luís Roberto Barroso, que decidiu barrar a candidatura do petista e votou para que o PT tenha dez dias para substituir seu candidato. Até fazer a transição, a legenda ficará fora do horário eleitoral gratuito, caso prevaleça o entendimento do relator. O julgamento não havia terminado até a conclusão desta edição, mas a tendência era desfavorável ao petista.  O segundo a votar, o ministro Edson Fachin disse que, por conta da recomendação da Comissão Direitos Humanos da ONU, se impõe, em caráter provisório, reconhecer direito de Lula de se candidatar à Presidência da República nas eleições de 2018. Em seguida, o ministro Jorge Mussi acompanhou o relator e votou pela inelegibilidade de Lula. O entendimento foi pelos ministros Og Fernande

Hospitalizado, J.Carlos renuncia candidatura para deputado estadual

O ex-vereador e candidato a deputado estadual, J. Carlos (SD), 68 anos, diagnosticado com encefalite, encontra-se internado desde o dia 18 de agosto na Unidade de Terapia Intensiva do Hospital Aliança, em Salvador. O quadro de saúde levou o ex-deputado a renunciar sua candidatura à Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA). Em conversa com o  BNews , o vereador J.Carlos Filho (SD), filho do ex-vereador, esclareceu que por se tratar de um tratamento a longo prazo, o pai, embora com um quadro estável, não terá como levar adiante o desejo de concorrer a uma vaga na AL-BA e já deu entrada no pedido de renúncia junto ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE-BA).   J. Carlos Filho o substituirá na disputa, conforme confirmou a reportagem. Fonte/bocaonews. 

Pai de vítima de câncer processa Regina Casé e Globo por entrevista não autorizada

A apresentadora Regina Casé e a Globo são réus em uma ação movida na Justiça pelo encarregado de obras Vanderlei Velozo Miranda. As informações foram divulgadas pela reportagem do Uol. Eles respondem à ação indenizatória na 18ª Vara Cível por danos morais e materiais por causa de uma entrevista exibida no "Esquenta", em 2015, feita pela apresentadora com o filho dele, de oito anos, que estava em estágio avançado de um tumor cerebral. O menino morreu cinco dias depois. Vanderlei pede R$ 3 milhões e R$ 949 mil de indenização. A primeira audiência aconteceu em Campinas, onde o processo tramita. Regina foi convocada para a próxima audiência que acontecerá dia 20 de setembro no Rio de Janeiro, onde reside. O pai afirma que nem ele nem sua esposa autorizaram a entrevista, realizada com seu filho na brinquedoteca de um hospital de Campinas. "A Globo afirma em sua defesa que há a autorização, contudo, até esse momento nenhum documento foi apresentado neste sentido. E não