Pular para o conteúdo principal

Feira Baiana de Agricultura Familiar e Economia Solidária movimenta mais de R$ 30 milhões


A Feira Baiana de Agricultura Familiar e Economia Solidária, maior feira da agricultura familiar do Brasil, realizada entre os dias 24 de novembro e 2 de dezembro, movimentou mais de R$ 30 milhões em negócios e muitas perspectivas para os agricultores familiares baianos, representados por 270 associações e cooperativas que expuseram seus produtos. 

Foram nove dias em que a capital soteropolitana pôde se encantar com um pedacinho do interior da Bahia e conhecer mais de dois mil produtos do rural baiano. O evento foi realizado no Parque de Exposições, em paralelo à 31ª Feira Internacional da Agropecuária (Fenagro). 


A iniciativa é do governo estadual, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR) e da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR) e da União Nacional das Cooperativas da Agricultura Familiar e Economia Solidária (Unicafes). 

De acordo com o secretário de Desenvolvimento Rural (SDR), Jerônimo Rodrigues, o governo reconhece a prioridade da agricultura familiar para o desenvolvimento da Bahia: “Nos anima ouvir os depoimentos de comercialização, de aceitabilidade dos produtos que o povo traz para comercializar aqui. Mas muita gente vem e o interesse na verdade não é só a vendagem, é apresentar que naquele Território tem aquilo, tem riqueza, que é isso que a gente faz”. 

O diretor-presidente da CAR, Wilson Dias, falou que a feira demonstra o trabalho que vem sendo executado pelo Governo do Estado para gerar o crescimento da agricultura familiar da Bahia: “Toda a produção que é beneficiada e agroindustrializada em cada local do nosso interior, sendo comercializada aqui, propicia a gente transferir riquezas da capital pro interior gerando desenvolvimento local e botando a roda da economia pra rodar”. 

Novos tempos

O produtor de morangos de Ibicoara, presidente da Cooperativa dos Produtores Rurais da Chapada Diamantina (Coopchapada), Jairo Aguiar, afirmou que existiu um tempo em que o povo da roça tinha vergonha de dizer que era agricultor: “Hoje vemos nessa feira tantos jovens e mulheres que batem no peito com orgulho pra falar: sou agricultor familiar. O apoio do Governo do Estado tem sido fundamental para divulgarmos nossos produtos e, em cada um deles, o consumidor está levando sonhos”. 

Nesta edição, a feira trouxe como tema a Mulher Rural, que vem dando cara e forma para um rural mais humano, inclusivo e produtivo. Durante o evento, foram lançados produtos como o Iogurte de Café, da Cooperativa de Produção Agropecuária de Jiló (Coopag); Cerveja de Licuri, da Cooperativa Regional de Agricultores/as Familiares e Extrativistas da Economia Popular e Solidária (Coopersabor); e Mix Sertão, da Cooperativa Agroindustrial de Itaberaba (Coopaita). 

A feira

A feira contou ainda com uma Praça Gastronômica, com culinária trabalhada pela agricultura familiar de 22 regiões da Bahia. Para o publicitário Rodrigo Souza, mais um ano com a praça de alimentação repleta de variedades e gostosuras da agricultura familiar, a praça se tornou uma atração à parte: “Ao som das músicas brasileiras, os visitantes encontram um lugar animado pra beber e comer com os amigos e familiares”.

Também compôs a 9ª Feira Baiana da Agricultura Familiar, a Cozinha Show: Sabores e Saberes da Agricultura Familiar, onde chefs de cozinha renomados e agricultores familiares fizeram uma interação entre a gastronomia e a origem dos alimentos; Praça Quilombola; Praça Indígena; Praça de Artesanato; Feira Tecnológica; rodadas de negócios; seminários; oficinas; simpósios; workshops; reuniões técnicas e muito mais. O evento contou com o apoio das secretarias de Meio Ambiente (Sema), Educação e Desenvolvimento Econômico (SDE).


Fonte: Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Programa de monitoria estudantil na rede estadual tem inscrições prorrogadas até 4 de abril

Já os habilitados, com inscrições realizadas até sexta-feira (26), começam a atuar como monitores na próxima segunda-feira (29). Estão prorrogadas até o dia 4 de abril as inscrições para o processo de seleção dos estudantes para o Programa Mais Estudo. Já os habilitados,  com inscrições realizadas até sexta-feira (26) , começam a atuar como monitores na próxima segunda-feira (29). Para saber se está habilitado para participar da monitoria, os estudantes devem entrar em contato com a equipe gestora ou coordenação pedagógica da unidade escolar em que estuda. Os estudantes selecionados vão atuar como monitores de Língua Portuguesa, Matemática e Educação Científica, contribuindo para a aprendizagem dos colegas, durante o ano letivo 2020/21. São oferecidas duas vagas de monitoria por turma em todas as unidades escolares da rede estadual e os selecionados receberão uma bolsa de R$ 100, durante o período de vinculação ao Programa. Para participar, o estudante deve possuir Cadastro de Pessoa F

Casa que vendia fogos de artifício explode e deixa feridos em Crisópolis

  Um imóvel onde funcionava uma revenda de fogos de artifício explodiu em Crisópolis, cidade a cerca de 212 Km de Salvador, na tarde desta quarta-feira (14). Conforme o coordenador do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), Ivan Paiva, ao menos 10 pessoas ficaram feridas. De acordo com os Bombeiros, o imóvel estava localizado na Avenida Nelson Santiago, uma das principais da cidade. A explosão atingiu outras três casas ao lado.  Duas delas ficaram completamente destruídas e uma ficou em chamas . Segundo Ivan Paiva, 10 pessoas ficaram feridas, duas seguem nos escombros e duas foram transferidas para unidades de saúde em Salvador. O Samu analisa se será necessário o apoio do Grupamento Aéreo da Polícia Militar (Graer). O morador da cidade, Rafael Nascimento, afirmou que o caso aconteceu por volta das 16h30 e em cima da loja tinha uma casa, que era do dono da loja. Rafael Nascimento também contou que algumas pessoas ficaram feridas após a explosão e os fios de energia elétrica da

Secretário de Infraestrutura de Inhambupe morre vítima da Covid-19

  O Secretário Municipal  de Infraestrutura  e Serviços Públicos  do município de Inhambupe, José Renato Santos Silva, morreu nesta terça (25) no  Hospital Metropolitano de Lauro de Freitas , por complicações da Covid-19. Renato apresentou sintomas da Covid-19 e estava internado desde a última semana no HACM de Inhambupe e no dia 19 foi transferido, já entubado,  em uma  Samu de suporte avançada para Lauro de Freitas,  onde lamentavelmente perdeu a batalha para o vírus.   Ele foi  Coordenado de Transporte da Secretaria Municipal de Educação estava a frente da pasta da  Secretaria Municipal  de Infraestrutura  e Serviços Públicos. A Prefeitura Municipal e Câmara publicaram nota de pesar. O enterro será às 16h no Cemitério local. Fonte\ronaldoleite.