domingo, 4 de novembro de 2018

Ingressos para casa de Deus: igrejas cobram taxa de visitação para se manter

Principais templos católicos do Pelourinho aderiram; valor é de até até R$ 5
A fé não move só montanhas, mas também tem poder de garantir os recursos necessários para manter o patrimônio religioso. Como dinheiro não cai do céu e o dízimo ficou pouco para as igrejas, a saída de pelo menos cinco dos principais templos do Centro Histórico de Salvador foi cobrar taxas de visitação para baianos e turistas, a fim de gerar renda capaz de mantê-los. O pagamento, no entanto, só acontece nos horários fora das atividades litúrgicas. Durante a celebração das missas, as portas estão abertas e a entrada é de graça.
Os centros religiosos começaram a exigir valores de entrada em épocas diferentes, mas, em comum, todas taxaram os fiéis logo após promoverem reformas. É o caso da Igreja do Santíssimo Sacramento do Passo, que ficou 20 anos fechada e, reaberta no último sábado de outubro, dia 27, tem R$ 5 de custo pelo acesso. Após obra avaliada em mais de R$ 11,3 milhões, o espaço ganhou elevador interno, rampa eletrônica e banheiro adaptado para pessoas com deficiência.fonte/correio da Bahia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário