segunda-feira, 3 de abril de 2017

Morte de idoso após vacina contra febre amarela é investigada

Morte de idoso após vacina contra febre amarela é investigadaA morte de um idoso no município de Silva Jardim, Rio de Janeiro, está sendo investigada para apurar se foi causada por febre amarela ou pela carga viral da vacina contra a doença. Com mais de 60 anos, o homem estava fora da faixa etária de vacinação e recebeu autorização médica para ser imunizado, segundo o jornal O Globo. A Secretaria de Saúde do município informou que ele apresentou complicações após tomar a vacina e foi internado no Centro de Tratamento Intensivo (CTI), mas não resistiu e morreu na última quinta-feira (30). "A vacina é feita com o vírus vivo, apenas atenuado. Por isso, há pessoas suscetíveis que podem ter um evento adverso grave. Nesses casos, o vírus se reproduz e pode atacar os órgãos e desenvolver a doença", explicou o epidemiologista Roberto Medronho, diretor da Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Amostras de sangue do paciente foram enviadas ao Laboratório Central Noel Nutels (Lacen) para análise. O resultado preliminar, emitido na sexta, foi negativo para dengue, zika e chikungunya e positivo para febre amarela. Fonte/Bahianoticia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário