segunda-feira, 7 de novembro de 2016

Em compasso de espera, PL 27/2016 está em pauta pela quarta vez

 A realização de mais uma sessão que poderá a provar ou não o tão esperado PL 27/2016 - que dispõe do Plano de Careira, Cargos e Salários dos servidores públicos do município de Inhambupe que fica a aproximadamente 160 km de Salvador. Embora continue em pauta,  o servidor não sabe se será aprovado e a caminhada para a casa que sempre foi intitulada de “ casa do povo”, ainda é rumo certo no próximo dia 22. 

Este assunto já está mais do que claro. O Plano trará uma estabilidade de carreira ao servidor e foi elaborado e discutido em assembleias durante oito meses e não em duas noites como foi dito na tribuna da Câmara. A politica partidária passou longe deste ideal que foi elaborado pelos servidores antes das eleições.
Entenda: 
Dia 16/09 - PL foi protocolado na câmara 
Dia 20/09 - foi lido em plenário 

Dia 27/09 - Comissão de Finanças discutiu com o Sindicato em deixar para depois das eleições e mostrou o parecer onde dizia:pelo exposto, opino pela aprovação, por concordar que tem aparo legal e constitucional, contudo o anexo III, parte integrante do projeto de lei, que encontra-se sem o quantitativo de vagas por cargos deve ser corrigidos.”

Dia 21/10 - Executivo enviou o “ quantitativo ” exigido pela comissão 

Dia 25/10 - PL não foi aprovado por falta de coro 
Dia 01/11 - Comissão de Finanças dá parecer para vetar. Houve pedido de vistas e o projeto continua em pauta. Alguns vereadores exigem parecer contábil do Executivo para saber se há recursos para pagar.
Dia 22/11 - PL em pauta pela quarta vez para votação.

O último plano de cargos foi sancionado em 2001 e esta é uma luta sindical que vem sendo discutida com conhecimento do Executivo e Legislativo desde janeiro. O Plano foi reformulado de uma Lei ( 20/11/2001 ) já existente que garantes direitos e deveres aos servidores. O PL nos garante também direitos e deveres sem onerar a folha da forma que estão visualizando, até mesmo porque melhores condições salarias já foram alcançadas e pagas pela atual gestão. Inclusive as perdas serão pagas até o fim do ano e não sendo empurradas para janeiros. Assim afirmou a administração ao Sindicato dos Servidores Públicos do Município de Inhambupe - Sindserpi.

Todas as sessões, a Câmara tem tido participação dos servidores ou não para presenciar o desfecho desde projeto elaborado sem nenhum envolvimento politico partidário. 

O Sindicato esteve e está aberto a dialogar para solucionar de forma que todos (servidor e poder publico ) cheguem a um acordo favorável. 

Quantitativo* -  número de vagas ocupadas e disponíveis para um futuro possível concurso público casa seja do interesse do poder publico. 


Mensagem do dia: “ tem gente que não sabe  interpretar o que ler, daí sai espalhando erros “ - Daniel Oliveira  Fonte/http://jronaldoleite.blogspot.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário