Pular para o conteúdo principal

Igreja do Bonfim faz campanha para 'vaquinha' na web pagar obra em altar

Uma campanha na internet, por meio de financiamento coletivo, pretende arrecadar R$ 400 mil para promover a reforma do altar da Igreja do Bonfim, um dos principais cartões-postais de Salvador e tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). 
O espaço precisa de reformas por estar com problemas estruturais como fissuras, madeira danificada por cupins, além de defeitos na rede elétrica.
Altar principal da igreja do Bonfim, em Salvador (Foto: Maiana Belo/G1 BA)O altar tem 202 anos e nunca foi restaurado. Ele é obra do entalhador baiano Antônio Joaquim dos Santos.
A arrecadação do dinheiro conta com nove cotas que variam de R$ 20 a R$ 10.000.Como recompensa, cada doador fica com o nome registrado no livro de ouro dos "Amigos do Santuário do Bonfim" que ficará exposto durante um ano, além de brindes para cada cota, como fitinhas do Senhor do Bonfim, chaveiro da igreja, camisa e boné. Em uma das cotas, o doador pode receber uma passagem de ida e volta para Salvador, com estadia de dois dias em um hotel da capital baiana, além de acompanhar as obras de restauração.
Parte estrutural e elétrica com problemas na Igreja do Bonfim, em Salvador (Foto: Maiana Belo/G1 BA)De acordo com padre Edson Menezes, reitor da Igreja do Bonfim, por ser um patrimônio tombado, foi necessário enviar um projeto ao Iphan para a realização das obras. O documento foi aprovado em 2015, mas o instituto informou que não possui recursos para a obra.
Por meio de nota, o Iphan ainda informou que apoia as iniciativas do financiamento coletivo para a obtenção da verba.
O padre Edson diz que os danos no altar não estão muito visíveis para os fiéis que frequentam a igreja, pois os principais problemas atingem a parte interna da estrutura. Ainda segundo o religioso, há três projetos de restauração da igreja inteira, mas o mais importante deles é o do altar.
Pilares de madeira do altar da Igreja do Bonfim com problemas na base, que é de madeira e está com cupins (Foto: Maiana Belo/G1 BA)"Temos um da rede elétrica, um do altar, e do complexo [Casa da Colina]. Devido à crise [econômica do país] os projetos não saíram do papel. Diante da tomada de conhecimento da inviabilidade financeira, começamos a pensar outras alternativas. Junto com uma empresa que faz assessoria de marketing e em outras áreas de comunicação para nós, criamos essa campanha através da internet e que foi aceita pela Irmandade do Senhor do Bonfim, responsável pela manutenção e conservação da igreja", explicou.
Padre Edson, reitor da Basílica do Senhor do Bonfim (Foto: Maiana Belo/G1 BA)O padre Edson ressalta que a degradação do altar é preocupante, já que pilares com cerca de oito metros, por exemplo, têm como base uma madeira que está se desgastando por conta dos cupins. "Os fios da rede elétrica também são uma preocupação para nós porque eles não estão instalados de forma correta e pode até causar um curto-circuito", teme.
Apesar da situação, a rotina da igreja não foi alterada. Apenas casamentos não estão sendo realizados, pois segundo padre Edson, há grandes expectativas de que as obras comecem a qualquer momento.
A arrecadação do dinheiro conta com nove cotas que variam de R$ 20 a R$ 10.000. Como recompensa, cada doador fica com o nome registrado no livro de ouro dos "Amigos do Santuário do Bonfim" que ficará exposto durante um ano, além de brindes para cada cota, como fitinhas do Senhor do Bonfim, chaveiro da igreja, camisa e boné. Em uma das cotas, o doador pode receber uma passagem de ida e volta para 
Igreja do Bonfim, em Salvador (Foto: Maiana Belo/G1 BA)Salvador, com estadia de dois dias em um hotel                        Igreja do Bonfim, em Salvador (Foto: Maiana Belo/
G1 BA)da capital baiana, além de acompanhar as obras de restauração.
A igreja também é conhecida, pois muitos vão no local para um tradicional ritual: amarrar fitas do Bonfim nos portões da frente do templo religioso e fazer pedidos.
A Basílica Santuário do Senhor do Bonfim foi inaugurada em 24 de junho de 1754, mas com o passar dos anos outras obras estrututais foram anexadas ao espaço. "A igreja foi inaugurada e só 60 anos depois, que a irmandade fez um contrato com o entalhador Antônio Joaquim dos Santos e ele foi fazendo os complementos, como o altar e corredores", explicou Padre Edson.
A igreja tem uma arquitetura em estilo neoclássico e a fachada em rococó, com modelo semelhante das igrejas portuguesas dos séculos XVIII e XIX.Fonte g1/Ba
Área externa da Igreja do Bonfim, ao fundo os portões onde tradicionalmente os fiéis colocam as fitinhas do padroeiro (Foto: Maiana Belo/G1 BA)
Área externa da Igreja do Bonfim, ao fundo, os portões onde tradicionalmente os fiéis colocam as fitinhas do padroeiro (Foto: Maiana Belo/G1 BA)
Igreja do Bonfim, em Salvador (Foto: Maiana Belo/G1 BA)
Igreja do Bonfim, em Salvador (Foto: Maiana Belo/G1 BA)
Cupins e problemas estruturais no altar da igreja do Bonfim (Foto: Maiana Belo/G1 BA)
Cupins e problemas estruturais no altar da igreja do Bonfim (Foto: Maiana Belo/G1 BA)
Rachadura em uma parte do altar da igreja do Bonfim, em Salvador (Foto: Maiana Belo/G1 BA)Madeira que sustenta altar da igreja do Bonfim está com cupins, e no local tem fios soltos (Foto: Maiana Belo/G1 BA)
Madeira que sustenta altar da igreja com cupins, infiltração e no local tem fios soltos (Foto: Maiana Belo/G1 BA)


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Secretário de Infraestrutura de Inhambupe morre vítima da Covid-19

  O Secretário Municipal  de Infraestrutura  e Serviços Públicos  do município de Inhambupe, José Renato Santos Silva, morreu nesta terça (25) no  Hospital Metropolitano de Lauro de Freitas , por complicações da Covid-19. Renato apresentou sintomas da Covid-19 e estava internado desde a última semana no HACM de Inhambupe e no dia 19 foi transferido, já entubado,  em uma  Samu de suporte avançada para Lauro de Freitas,  onde lamentavelmente perdeu a batalha para o vírus.   Ele foi  Coordenado de Transporte da Secretaria Municipal de Educação estava a frente da pasta da  Secretaria Municipal  de Infraestrutura  e Serviços Públicos. A Prefeitura Municipal e Câmara publicaram nota de pesar. O enterro será às 16h no Cemitério local. Fonte\ronaldoleite.

Programa de monitoria estudantil na rede estadual tem inscrições prorrogadas até 4 de abril

Já os habilitados, com inscrições realizadas até sexta-feira (26), começam a atuar como monitores na próxima segunda-feira (29). Estão prorrogadas até o dia 4 de abril as inscrições para o processo de seleção dos estudantes para o Programa Mais Estudo. Já os habilitados,  com inscrições realizadas até sexta-feira (26) , começam a atuar como monitores na próxima segunda-feira (29). Para saber se está habilitado para participar da monitoria, os estudantes devem entrar em contato com a equipe gestora ou coordenação pedagógica da unidade escolar em que estuda. Os estudantes selecionados vão atuar como monitores de Língua Portuguesa, Matemática e Educação Científica, contribuindo para a aprendizagem dos colegas, durante o ano letivo 2020/21. São oferecidas duas vagas de monitoria por turma em todas as unidades escolares da rede estadual e os selecionados receberão uma bolsa de R$ 100, durante o período de vinculação ao Programa. Para participar, o estudante deve possuir Cadastro de Pessoa F

Fiocruz atinge a marca de 50 milhões de doses entregues

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) chegou nesta sexta-feira (4) a 50,9 milhões de doses de vacinas contra covid-19 entregues ao Programa Nacional de Imunizações (PNI). A soma foi atingida com a liberação de mais 3,3 milhões de doses do imunizante Oxford/AstraZeneca. O número total de entregas inclui 46,9 milhões de doses que foram produzidas no Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos (Bio-Manguinhos/Fiocruz) e 4 milhões de vacinas importadas prontas do Instituto Serum, da Índia. No segundo caso, a Fiocruz também negociou o envio das doses e realizou a checagem e rotulagem em português dos frascos recebidos.A fundação anunciou que, a partir da semana que vem, as doses voltarão a ser entregues em duas remessas: na sexta, o estado do Rio de Janeiro receberá sua parcela de doses, e, no sábado, sairá o carregamento para o almoxarifado central do Ministério da Saúde, em São Paulo, de onde as doses são distribuídas para os demais estados e o Distrito Federal. Segundo a Fiocruz, a mudança se