terça-feira, 10 de maio de 2016

Renan recusou ligação de Dilma momentos antes de dar seguimento ao impeachment

O senador Renan Calheiros (PMDB-AL) surpreendeu muita gente no círculo político em Brasília. Segundo a coluna Painel, do jornal Folha de S. Paulo, o presidente do Senado se recusou a atender o telefonema da presidente Dilma Rousseff (PT) antes de anunciar que iria ignorar o ato do deputado Waldir Maranhão (PP-MA), que havia decidido pela suspensão do impeachment.
 
Renan ignorou a decisão e disse que o processo seguiria a tramitação normal na Casa. Consequentemente, o ato de Renan o colocou ao lado do vice-presidente Michel Temer (PMDB), que vem preparando seu ministeriado para o eventual governo pós-impedimento de Dilma.Fonte/G1.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário