terça-feira, 19 de abril de 2016

Polícia faz reintegração de imóveis em residencial invadido há 4 meses

Cerca de mil famílias devem deixar residencial em Feira de Santana (Foto: Ed Santos/ Acorda Cidade)
Cerca de mil famílias que ocuparam há quatro meses o Residencial Solar da Princesa, do programa Minha Casa, Minha Vida, em Feira de Santana, cidade a 100km de Salvador, começaram a ser retiradas do local em operação que reuniu policiais militares, civis e federais na manhã desta terça-feira (19). Durante o trabalho de reintegração de posse dos imóveis, pessoas passaram mal, alegando não terem para onde ir.
Na época da invasão, as famílias disseram que decidiram entrar nas casas porque não conseguiam ser beneficiadas pelo programa de habitação do Governo Federal.
O cumprimento da ação de reintegração de posse é da Caixa Econômica Federal. Os policiais chegaram ao local por volta das 7h e ficaram bem em frente ao residencial para garantir a segurança. Assim que conseguiu entrar para negociar com os ocupantes, uma oficial de justiça, leu em voz alto o ato judicial.
Muitos ocupantes se emociaram e duas senhoras passaram mal. Uma delas teve que ser socorrida e foi levada de ambulância para o hospital. Os oficiais de justiça entregaram a intimação de apartamento em apartamento.
A Caixa Econômica Federal afirma que cumpriu todos os trâmites legais para reintegrar a posse e que todo o processo foi negociado com a associação. De acordo com a Policia Militar, todos terão direito a frete para levar os móveis e outros pertences a um galpão disponibilizado pela prefeitura, ou para o local de preferencia deles. Ainda segundo a PM, durante os quatro meses, foram realizadas reuniões para que a desocupação fosse pacífica.
O secretário de Habitação de Feira de Santana, Sandro Ricardo, disse que o residencial Solar da Princesa já tem famílias selecionadas para receberem os imóveis do Programa Minha Casa, Minha Vida. Ele afirma que os invasores podem se inscrever para as próximas seleções de empreendimentos.Fonte/G1.bahia
Cerca de mil famílias devem deixar residencial em Feira de Santana (Foto: Ed Santos/ Acorda Cidade)

Nenhum comentário:

Postar um comentário