DENTAL MED SUA MELHOR OPÇÃO

DENTAL MED SUA MELHOR OPÇÃO

quarta-feira, 13 de abril de 2016

Movimentos pró-impeachment estão proibidos de protestar na Barra

O Democrata acusou, em nota, o governo do Estado de impedir movimentos a favor do impeahcment na Barra. Segundo o partido,  representantes dos movimentos Brasil Livre (MBL), Vem Pra Rua e União dos Jipeiros da Bahia (UJB) estão impedidos de se manifestar no próximo domingo (17), quando haverá a votação do processo do impedimento da presidente Dilma Rousseff (PT) na Câmara. 
 
Conforme o Democratas, por decisão do governador Rui Costa (PT), a Polícia Militar só irá permitir manifestações dos grupos ligados ao PT e que são contrários ao impeachment. "O que o governador Rui Costa está fazendo é alimentar o confronto, já que todos sabiam do evento pró-impeachment na Barra. O PT e seus sindicatos e movimentos sociais comprados só programaram o evento deles para a Barra para promover confusão, pois sabem que a presidente Dilma Rousseff vai perder na Câmara", afirmou o líder do Democratas na Assembleia, Pablo Barrozo, que estuda acionar o chefe do Executivo estadual juridicamente.
 
Procurada, a assessoria de Comunicação do Governo nega qualquer tentativa de impedir o movimento. O Governo afirma que é a favord das manifestações, que permitiem o livre arbítrio, garantido pela democracia. Ainda de acordo com a assessoria, compete à Polícia Militar manter a ordem e garantir a segurança das pessoas. Por isso que a Polícia Militar media esse tipo de questão, não o Governo do Estado.
 
Ao Bocão News, o coordenador do MBL na Bahia, Ricardo Almeida, disse que irá recorrer na decisão. “Foi arbitrária essa decisão e vamos recorrer. Tradicionalmente, sempre nos manifestamos lá. É uma clara tentativa de impedir o nosso protesto”, afirmou.  
 
Os movimentos pró-impeachment estudam neste momento a realização de outro local, que pode ocorrer no Jardim de Alah. Fonte/Boçãonews.

Nenhum comentário:

Postar um comentário