terça-feira, 26 de abril de 2016

Câmara autoriza compra de passagem para depoimento de Fernando Baiano

O lobista Fernando Baiano/GNews (Foto: Reprodução GloboNews)A um dia do depoimento de Fernando Soares, conhecido como Fernando Baiano, no Conselho de Ética, o vice-presidente daCâmara, Waldir Maranhão (PP-MA), autorizou nesta segunda-feira (24) a compra das passagens para que o lobista fale no processo que investiga o presidente da Casa, Eduardo Cunha (PMDB-RJ).
Alvo da Operação Lava Jato, Cunha é investigado sobre a suspeita de manter contas bancárias secretas no exterior e de ter omitido sobre a existência delas à CPI da Petrobras no ano passado. Ele nega ser o dono e diz ser apenas o beneficiário de fundos geridos por trustes.
Conforme a assessoria do presidente do Conselho de Ética, José Carlos Araújo (PR-BA), o pedido para a Câmara comprar a passagem de Baiano, chamado como testemunha de acusação pelo relator do caso, deputado Marcos Rogério (DEM-RO), foi feito em 14 de abril.
Desde então, a direção da Casa não havia se manifestado sobre a aquisição dos bilhetes e Araújo chegou a dizer que pagaria a passagem com o próprio dinheiro a passagem aérea do Rio de Janeiro para Brasília.
Em depoimento de delação premiada, Baiano relatou que Cunha recebeu propina do esquema de corrupção na Petrobras descoberto na Operação Lava Jato. O delator disse que entregou uma quantia entre R$ 1 milhão e R$ 1,5 milhão em espécie no escritório de Cunha.
Ele também confirmou informações dadas por outro delator, o empresário Júlio Camargo, de que o presidente da Câmara teria recebido propina de pelo menos US$ 5 milhões por contratos de aluguel de navios-sonda pela Petrobras.
Segundo o relator do processo que investiga Cunha, Marcos Rogério, Baiano teria participado de negociações envolvendo a remessa de recursos para Eduardo Cunha. "Ele estava nas reuniões para tratar desses pagamentos e esperamos que ele possa esclarecer isso", afirmou.Fonte/G1.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário