sexta-feira, 15 de abril de 2016

ACM Neto visita Temer e diz que base de Dilma se desintegrou

Na noite dessa quinta-feira (14), o prefeito ACM Neto (DEM) esteve em um jantar com o vice-presidente da República, Michel Temer (PMDB), acompanhado dos deputados baianos Lúcio Vieira Lima (PMDB), Jutahy Magalhães Júnior (PSDB), Arthur Maia (PPS), Antônio Imbassahy e o ex-ministro Geddel Vieira Lima, presidente do PMDB baiano.
 
Em entrevista à Metrópole FM, o gestor afirmou que foi a Brasília para participar de um encontro no Conselho Político do Democratas e foi convidado para participar do jantar com o vice-presidente na casa do senador Hieráclito Fortes. Apesar de ver na imprensa placares apontando número de votos suficientes para aprovar o impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT), Neto mantém tom cauteloso e afirma que não há clima de "já ganhou" entre os cerca de 85 políticos que estiveram na reunião com Temer. "Não apenas o vice-presidente, mas todas as pessoas ao lado dele tem a responsabildiade de não colocar o carro à frente dos bois. Só depois de domingo para discutir governo para o país, caso a presidente Dilma sofra o impeachment", afirmou o prefeito.
 
Segundo o democrata soteropolitano, se o impedimento da petista for aprovado, será preciso "deixar de lado as diferenças partidárias para recuperar o país". 
 
"O vice tem manifestado quais são os seus pensamentos a respeito do Brasil. O que chama a atençao é que ele sabe que não dá para manter o modelo atual", frisou Neto, que alfinetou a presidente Dilma ao falar da situação política do governo. "A base dela se desintegrou, não so o PRB [rompeu], mas o PSD, o PP, partidos que integravam a base dela romperam. Ela está pagando o preço político da sua incapacidade de governar", criticou.Fonte/Boçãonews.

Nenhum comentário:

Postar um comentário