terça-feira, 22 de março de 2016

McLaren tem prejuízo de R$ 1,2 milhão com acidente de Fernando Alonso

Fernando Alonso sofre forte acidente durante GP da Austrália (Foto: Reuters)O piloto espanhol Fernando Alonso sofreu um acidente impressionante no GP da Austrália, prova que abriu neste domingo o calendário do Mundial de Fórmula 1. 

As imagens de seu carro bastante retorcido perto da grade de proteção chocaram o mundo do automobilismo, mas, felizmente, o competidor saiu ileso. 

A McLaren, contudo, teve um prejuízo de € 300 mil (aproximadamente R$ 1,2 milhão com a cotação atual em R$ 4,05) com o episódio, segundo o periódico espanhol "Marca".
As peças de carbono, materiais elétricos e cabos serão jogados fora pela escuderia, mas o chassi não teve danos estruturais, assim como o cockpit, estrutura que protegeu o espanhol na batida. Dessa forma, eles poderão ser reutilizados. Ainda segundo o jornal da Espanha, o chassi irá para a fábrica de Woking, na Inglaterra, para revisão e eventuais reparos necessários. Outras partes importantes do carro da McLaren, como o motor, a caixa de câmbio e o propulsor também se salvaram e poderão ganhar nova vida no futuro. 
Para o próximo GP da Fórmula 1, que será disputado no Bahrein, a McLaren poderá utilizar o chassi reserva ou, se for possível montar um novo a tempo, ele chegará da fábrica de Woking, na Inglaterra. 
EX-DIRIGENTE DIZ QUE ACIDENTE TERIA SIDO FATAL EM OUTRA ERA
Ex-presidente da Federação Internacional de Automobilismo (FIA), Max Mosley acredita que o acidente envolvendo Fernando Alonso teria sido fatal em outra época. 
Ele era o dirigente máximo da entidade em 1994, quando morreu o tricampeão Ayrton Senna em um acidente na Itália. Naquela ocasião, pressionada pelo trágico episódio envolvendo o brasileiro, a entidade precisou tomar medidas relativas à segurança.
 A declaração foi dada em entrevista ao jornal britânico "The Guardian".
- Não dá para saber sem uma análise detalha de fato, mas falando no geral, esses acidentes resultavam em morte ou lesões gravíssimas. Felizmente isso parece ter acabado, esses acidentes bizarros, como o do Jules (Bianch, em 2014, resultando na morte do francês no GP do Japão). Você até espera hoje que os pilotos sobrevivam a acidentes como esse, mas não era o caso há 20 anos. É muito gratificante ver o Alonso saindo ileso. Foi uma batida incrível - concluiu.Fonte/G1.comEstaban Gutiérrez e Fernando Alonso deixam carros após batida na Austrália (Foto: EFE)

Nenhum comentário:

Postar um comentário