quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016

Câmara de Inhambupe poderá afastar o Prefeito Benoni na Sessão Extraordinária de Sexta

A Câmara de Vereadores de Inhambupe vem realizando a CPP (Comissão Parlamentar Processante) com o intuito de investigar e averiguar todas as irregularidades do Governo Benoni (PT).
O Prefeito de Inhambupe é alvo de denúncia de supostas irregulares nas licitações do São João de 2013. 
A Justiça concedeu liminar para a câmara de Inhambupe formar a CPP e investigar toda situação.
Para que a Câmara afaste o prefeito provisoriamente (90 dias) de seu cargo, o mesmo teria que está na condição de denunciado e gestor, usando seu cargo para atrapalhar o andamento da CPP.
O Vereador Jeovan Vieira relatou que: “A comissão processante está sendo prejudicada por manobras da administração não houve se quer uma testemunha ouvida, pois os mesmos são orientados a não irem sendo que o advogado disponibilizou o endereço do seu escritório errado para dificultar as notificações e consequentemente a comissão”.Então nesta Sexta Feira (05) o Presidente da Câmara de vereadores Querido, convocará uma Sessão extraordinária às 18hs, para decidir se os vereadores afastam ou não o Prefeito de Benoni Leys (PT) do Cargo.
  Para que o afastamento ocorra é necessário 2/3 dos votos dos parlamentares, ou seja, 9 votos. 
O nosso Blog já verificou que já consta nos bastidores que se tem 8 votos confirmados para o afastamento.

Vale ressaltar que a CPP é presidida pelo Vereador Marcos Martins e após o término da CPP, a Câmara decidirá se afasta definitivamente o Prefeito ou não. Fonte/Liga na Informação


Nenhum comentário:

Postar um comentário