quarta-feira, 6 de janeiro de 2016

Paulo Souto contesta dados que coloca Salvador como a pior arrecadação em 2015

O secretário municipal da Fazenda, Paulo Souto, contestou o levantamento feito pelo jornal Folha de São Paulo que mostra Salvador como a cidade que teve a maior queda de arrecadação tributária em 2015, dentre as 50 cidades mais populosas do Brasil. 
 
Segundo dados da reportagem, a capital baiana teve uma queda de 17,7% quando comparado a 2014. Para Paulo Souto, houve uma distorção grave na matéria.
 
“Isso deve ter ocorrido porque o levantamento foi feito até o mês de outubro de cada ano. No caso de Salvador, não foram contabilizados os recursos do PPI [Programa de Parcelamento Incentivado] de 2015, que começaram a entrar em novembro [os números não foram fechados, mas esse extra deve ser de R$ 55 milhões]”, disse o secretário, em entrevista a coluna Tempo Presente, do jornal A Tarde.
 
O gestor da pasta afirmou ainda que outras receitas consumadas também não foram consideradas. “Houve redução na arrecadação em Salvador, mas, seguramente, foi menor que a inflação de 2015”, ponderou.
 
Por outro lado, Paulo Souto acredita que a prefeitura de Salvador foi a que realizou mais obras com recursos próprios, em 2015. Fonte/BocãoNews.
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário