segunda-feira, 6 de julho de 2015

Aleluia cobra apuração de violência a jornalista do Bocão News

"A violência sofrida pelo jornalista Marivaldo Filho precisa ser apurada imediatamente para que a falha de alguns não macule a imagem de nossa Polícia Militar", diz o deputado federal José Carlos Aleluia, solidarizando-se com o editor de política do Bocão News, vítima de agressões por ter fotografado o abuso de autoridade de alguns policiais na noite do último sábado (3), no bairro do Bonfim, em Salvador.
 
Marivaldo foi algemado e levado para o camburão da viatura da PM. Antes, foi vítima uma série de agressões. 

“Ele começou a dar vários socos em minha cabeça.

 Depois pediu meu celular e pediu para destravar para que ele pudesse apagar as fotos. Eu tinha recebido tanto soco que não tinha mais condições nem de digitar a senha do meu celular.

 Quanto mais errava a senha, mais socos recebia. Ele pegou alguma coisa no chão, que eu acredito que tenha sido uma pedra, e me agrediu. Sangrou muito. Acho que o PM só parou de me bater quando viu que eu estava sangrando muito", relatou.
 
Filho de um oficial da Polícia Militar, Aleluia sabe que o lamentável fato ocorrido com o jornalista não corresponde aos valores da PM.

 "Os nossos policiais são preparados para combater o crime com coragem e bravura, e não para agredir cidadãos de forma tão violenta. É preciso separar o joio do trigo".
 
Na manhã deste domingo (5), o editor do Bocão News esteve no Departamento de Polícia Técnica (DPT) para fazer exame de corpo de delito.
 
 
Foto: Gilberto Jr / Bocão News

Nenhum comentário:

Postar um comentário