quarta-feira, 11 de março de 2015

Salvador disponibiliza vacina contra o HPV para meninas de 9 a 11 anos

Começou nesta semana a estratégia de prevenção do câncer de colo do útero voltada para meninas de 9 a 11 anos. 

A vacina contra o papilomavírus humano (HPV) é disponibilizada gratuitamente nas unidades básicas de saúde da Prefeitura de Salvador e em escolas públicas e privadas.

Cerca de 1.900 adolescentes ainda não se vacinaram em Ipatinga (Foto: Divulgação/PMI)A meta da secretaria municipal de Saúde é vacinar 80% das 59.354 meninas que fazem parte do público-alvo. De acordo com a secretaria, em 2014, a população alvo da vacinação era composta por adolescentes de 11 a 13 anos.
 Além das jovens do sexo feminino na faixa etária de 9 a 11 anos, mulheres com idade entre 9 e 26 anos que têm HIV, e outras 24 mil meninas de 11 a 13 anos que deixaram de tomar a 2ª dose da vacina HPV no ano de 2014 também serão vacinadas. 
No ano passado, mais de 53 mil adolescentes receberam a primeira dose, mas apenas 23 mil tomaram a segunda dose. 
Nas escolas, da mesma forma como funcionou no ano passado, os pais vão autorizar ou recusar o procedimento por meio de um documento. Porém, a adolescente na idade elegível que procurar as unidades de saúde terão direito a vacina HPV sem requerer a autorização dos pais. 
Para mulheres de 9 a 26 anos que têm o HIV, além das salas de vacina das Unidades de Saúde, podem procurar as unidades do Centro de Referência de Imunobiológicos Especiais (CRIE’s), localizadas no Hospital Couto Maia, no Monte Serrat, e no Hospital Infantil Centro Pediátrico Hosannah de Oliveira, no Complexo do Hospital das Clínicas, no Canela.
Segundo a prefeitura, as interessadas deverão apresentar documento comprobatório da idade e prescrição médica. A vacinação contra o HPV é uma prevenção do câncer do colo do útero. Porém, não substitui a realização do exame preventivo, o Papanicolau, ou o uso de preservativos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário