segunda-feira, 30 de março de 2015

Padre Fábio de Melo leva mensagem de fé e celebra 466 anos de Salvador

Show reuniu cerca de 10 mil pessoas na Praça Castro Alves, neste domingo.
'Povo é naturalmente religioso', disse padre sobre público da capital baiana.
Show de Padre Fábio de Melo, em Salvador (Foto: Valter Pontes/Divulgação)

No dia em que completa 466 anos de história, neste 29 de março, data que coincidiu com o início da Semana Santa, Salvador ganhou de presente mensagens de fé e positividade. Foi a homenagem do padre Fábio de Melo, que reuniu cerca de 10 mil pessoas - segunda estimativas da prefeitura - na Praça Castro Alves, no centro da cidade, em show aberto que encerrou os oito dias de programação do "Festival da Cidade 2015". (Veja aqui as fotos da noite)
"Pra mim, um momento muito especial. Trago no meu coração o desejo muito grande de poder festejar com esse povo que é naturalmente religioso. Todas as vezes que comemoramos aniversário, a gente recorda valores importantes para o bem comum, como a cidadania, que é naturalmente um princípio cristão", disse Fábio, que desembarcou na capital baiana após uma "peregrinação" de dez dias na Itália.
Show de Padre Fábio de Melo, em Salvador (Foto: Valter Pontes/Divulgação)Público acompanhou show pirotécnico antes do
show na Praça Castro Alves, em Salvador
(Foto: Valter Pontes/Divulgação)
Antes do show, as pessoas rezaram em coro a oração "Ave Maria". Durante a apresentação, o padre aproveitou os olhares atentos do público para pregar a paz e o amor. "Quando deixamos de amar, deixamos de viver. Além disso, a falta de amor próprio e para com os outros é o que motiva as coisas más. O ódio não faz feliz nenhuma pessoa. Por isso, no anivesrário de Salvador, a gente pede amor", destacou.
O repertório escolhido para a festa religiosa mesclou canções do último CD, intitulado "Solo Sagrado", e também músicas do novo trabalho - "Deus Esconderijo no Verso" -, que tem participação de cantores como Nana Caymmi, Fagner, Elba Ramalho, Zeca pagodinho, Alcione e Fafá de Belém.
Padre Fábio de Melo em Salvador (Foto: Alan Alves/G1)Público acompanha show do Padre Fábio de Melo
(Foto: Alan Alves/G1)
Entre as canções que emocionaram jovens, adultos e idosos, destacaram-se "Tudo É do Pai", "Faz Um Milagre em Mim", "Maria de Nazaré", Pareço um menino", "Derrama Teu Amor Aqui", "Porque Ele Vive", "Porque Ele Vive" e "Chuva de Graça".
"Tenho o prazer de colocar tudo aquilo que Deus me deu na minha musicalidade, na minha poesia, a serviço desse oficio que me torna cada vez mais responsável", disse o religioso.
A última apresentação em Salvador - que o próprio padre custou a lembrar a data - havia sido em 2009. Sobre a capital baiana, destacou ser um lugar das diferenças. "Salvador é um lugar onde tem um sincretismo religioso muito grande. Mas ao mesmo tempo é uma terra de muita paz. O encontro das religiões é sempre muito bem-vindo. A gente enriquece como humanidade. Em Salvador, assim como no Brasil, não há conflitos entre religiães, diferente de muitos lugares do mundo. Sabemos conviver bem com isso", avaliou.
Padre Fábio de Melo em Salvador (Foto: Valter Pontes/Divulgação)Padre Fábio de Melo em Salvador
(Foto: Valter Pontes/Divulgação)
O padre ainda falou sobre o início da Semana Santa, momento, segundo ele, especial para "descobrir os excessos da alma". "É hora de fazer penitência. E isso não é outra coisa senão permitir que a nossa alma se livre de tudo aquilo que é excessivo entre nós. Nesse período santo, a gente tem oportunidade de ver com muita honestidade aquilo que em nos é prejudicial na relação com o outro. Desejo ao povo de Salvador e da Bahia que a Semana Santa possa realmente acontecer dentro de cada um de nós", concluiu.
A pernambucana Edjoane Santos, de 52 anos, viu o padre de perto pela primeira vez e diz ter realizado um sonho. "Sou apaixonada por Fábio. Assisto sempre aos programas dele na televisão. Ele é jovem e com as mensagens de fé, renova a Igreja Católica. Pra mim, foi um sonho realizado ver ele de perto. Fechou com chave de ouro o aniversário de Salvador".
A operadora de telemarketing Ana Paula não segurou o choro. "Fiquei muito emocionada. Chorei bastante com as mensagens que ele passa. Ele tem essa sensibilidade com as palavras e acaba tocando a gente". Como recordação, aproveitou a ocasião para comprar um DVD do religioso em um dos vários ambulantes que comercializavam discos durante a festa.Fonte /G1.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário