Pular para o conteúdo principal

Aos 85 anos, idoso realiza 'sonho antigo' e vira calouro de direito no RS

Luiz Alberto Ibarra (Foto: Fernando Gomes/Agência RBS)Um aposentado que vive em Porto Alegredecidiu realizar um sonho antigo para expandir o conhecimento acumulado ao longo de 85 anos de vida: ingressou no curso de direito da Faculdade de Desenvolvimento do Rio Grande do Sul. Agrônomo, jornalista e professor, Luiz Alberto Ibarra agora se vê diante de um novo desafio. Entre o Código Penal e estudantes bem mais jovens, muitos com menos de um quarto de sua idade, o calouro Luiz Alberto tenta aprender aquilo que sempre desejou saber desde a década de 1940.
As aulas começaram no início do mês, no Centro da capital gaúcha. Já diplomado, ele apenas se inscreveu na faculdade, que o dispensou do vestibular. Como um “estranho no ninho”, Luiz Alberto foi chegando e sentiu a surpresa dos colegas ao ver um aluno de idade avançada participando na sala de aula como se fosse um adolescente, cheio de energia, disposto a encarar os 10 semestres da graduação.
“No início eles ficaram surpreendidos pela chegada daquele cidadão de tanta idade. Tem muitos jovens de 17 anos, vários mesmo. Mas também entre eles tem uns mais maduros, de 40, 45, até 60 anos”, relata o aposentado ao G1.
Nos primeiros dias, um estudante de 17 anos sentou-se ao lado de Luiz Alberto e puxou conversa. Queria saber sua idade, de onde vinha o motivo de estar ali. “Ele chegou com um skate na mão e eu não poderia perder a brincadeira para quebrar o gelo. Pedi para ele me emprestar o skate. Disse que queria descer a escadaria, que mostraria a ele como se faz. Ele se assustou um pouco e acabei dizendo que não era para me levar tão a sério”, brinca.
Luiz Alberto preparado para o 1° dia de aula na
Fadergs, em Porto Alegre (Foto: Arquivo pessoal)
Luiz Alberto nasceu em Uruguaiana, na Fronteira Oeste do Rio Grande do Sul. Aos 15 anos, se mudou para Porto Alegre para estudar. O sonho de fazer direito vem desde aquela época, quando morava na casa de estudantes. No entanto, no fim da década de 1940, encontrou o início do movimento tradicionalista gaúcho, se aproximou de Paixão Côrtes, que cursava agronomia, e decidiu enveredar para o mesmo lado.
“O direito é um sonho antigo e que foi se renovar agora, né? Sempre gostei. Morava com estudantes de direito e tinha muito interesse pela profissão. Mas na mesma época nasceu o CTG 35 (Centro de Tradições Gaúchas). Tomei gosto pelo movimento e me integrei a eles, inclusive conheci o Paixão (Côrtes). Ele fazia agronomia. Fui incentivado e acabei tomando esse rumo na vida”, recorda.
Luiz Alberto Ibarra, aos 85 anos, preparado para o 1° dia de aula de direito na Fadergs, em Porto Alegre (Foto: Arquivo pessoal)Casado há quase 60 anos, Luiz Alberto tem quatro filhos e três netos. Família que incentivou, e muito, o reencontro com o direito. “Ah, o pessoal de casa me deu muita força. O importante agora é o conhecimento, né? São coisas novas que vou aprender. Depois eu penso no que vou fazer com o diploma. Agora ainda é muito cedo”, diz o aposentado, que tem formatura prevista para quando completar 90 anos de idade.
Emocionada, a neta Rafaela Ibarra comemorou junto com a família a atitude do avô. “Foi decisão dele. A gente sempre os incentiva para fazer algo diferente. Até para saúde, né? Mas não imaginávamos uma graduação”, disse ao G1. Em sua página pessoal no Facebook, Rafaela também deixou uma mensagem para compartilhar a emoção do momento e incentivar novos - ou velhos - “calouros”.
“Não caibo em mim de tanto orgulho e emoção! Hoje, aos 85 anos de idade, inicia-se uma nova fase na vida de meu 'abuelito'! Luiz Alberto Ibarra, Bebeto, agrônomo, professor, agora, mais uma vez, aluno. Hoje, provavelmente o calouro mais “maduro” do curso de direito da Fadergs (...) Meu exemplo de superação! Façamos sempre o que nos faz feliz, independentemente da idade ou das dificuldades, nunca é tarde para correr atrás dos nossos sonhos”, escreveu a neta.Fonte/G1.com

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Programa de monitoria estudantil na rede estadual tem inscrições prorrogadas até 4 de abril

Já os habilitados, com inscrições realizadas até sexta-feira (26), começam a atuar como monitores na próxima segunda-feira (29). Estão prorrogadas até o dia 4 de abril as inscrições para o processo de seleção dos estudantes para o Programa Mais Estudo. Já os habilitados,  com inscrições realizadas até sexta-feira (26) , começam a atuar como monitores na próxima segunda-feira (29). Para saber se está habilitado para participar da monitoria, os estudantes devem entrar em contato com a equipe gestora ou coordenação pedagógica da unidade escolar em que estuda. Os estudantes selecionados vão atuar como monitores de Língua Portuguesa, Matemática e Educação Científica, contribuindo para a aprendizagem dos colegas, durante o ano letivo 2020/21. São oferecidas duas vagas de monitoria por turma em todas as unidades escolares da rede estadual e os selecionados receberão uma bolsa de R$ 100, durante o período de vinculação ao Programa. Para participar, o estudante deve possuir Cadastro de Pessoa F

Casa que vendia fogos de artifício explode e deixa feridos em Crisópolis

  Um imóvel onde funcionava uma revenda de fogos de artifício explodiu em Crisópolis, cidade a cerca de 212 Km de Salvador, na tarde desta quarta-feira (14). Conforme o coordenador do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), Ivan Paiva, ao menos 10 pessoas ficaram feridas. De acordo com os Bombeiros, o imóvel estava localizado na Avenida Nelson Santiago, uma das principais da cidade. A explosão atingiu outras três casas ao lado.  Duas delas ficaram completamente destruídas e uma ficou em chamas . Segundo Ivan Paiva, 10 pessoas ficaram feridas, duas seguem nos escombros e duas foram transferidas para unidades de saúde em Salvador. O Samu analisa se será necessário o apoio do Grupamento Aéreo da Polícia Militar (Graer). O morador da cidade, Rafael Nascimento, afirmou que o caso aconteceu por volta das 16h30 e em cima da loja tinha uma casa, que era do dono da loja. Rafael Nascimento também contou que algumas pessoas ficaram feridas após a explosão e os fios de energia elétrica da

Secretário de Infraestrutura de Inhambupe morre vítima da Covid-19

  O Secretário Municipal  de Infraestrutura  e Serviços Públicos  do município de Inhambupe, José Renato Santos Silva, morreu nesta terça (25) no  Hospital Metropolitano de Lauro de Freitas , por complicações da Covid-19. Renato apresentou sintomas da Covid-19 e estava internado desde a última semana no HACM de Inhambupe e no dia 19 foi transferido, já entubado,  em uma  Samu de suporte avançada para Lauro de Freitas,  onde lamentavelmente perdeu a batalha para o vírus.   Ele foi  Coordenado de Transporte da Secretaria Municipal de Educação estava a frente da pasta da  Secretaria Municipal  de Infraestrutura  e Serviços Públicos. A Prefeitura Municipal e Câmara publicaram nota de pesar. O enterro será às 16h no Cemitério local. Fonte\ronaldoleite.