domingo, 14 de setembro de 2014

Planejamento da Educação em Inhambupe discute implantação de coleta seletiva nas escolas




O secretário Nélio Costa expôs as ações da Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente, as quais, segundo ele, devem ser realizadas em conjunto com a Educação. Já a coordenadora do ensino fundamental I, Elisângela Maria Figueiredo da Silva, lembrou que o tema do meio ambiente já vem sendo explorado em sala de aula nessa unidade. “A cada momento as mídias, as redes sócias estão nos chamando a atenção sobre o cuidado que devemos ter com o meio ambiente, sobre a questão das transformações climáticas que estão acontecendo, provocados pelos desmatamentos e o mau uso da água. Por isso trazemos esse tema, que embora provoque uma maior conscientização é ao mesmo tempo polêmico. Vamos criar ações, juntamente com a Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente, para que possamos trazer propostas que não fiquem só interiorizadas nas escolas municipais de Inhambupe. É importante que os alunos tenham um novo olhar sobre  o meio ambiente, e enxerguem o nosso planeta como uma herança a deixar para os seus filhos e posteriormente para outras gerações”, destacou.Com o tema “O meio ambiente: as estações e suas transformações”, foi realizado na semana passada no Centro de Convenções de Inhambupe o planejamento da III Unidade do ano letivo da rede municipal de ensino. Promovido pela Secretaria Municipal de Educação e Cultura, o encontro teve o objetivo de conscientizar os alunos sobre os cuidados relativos ao meio ambiente.


A secretária de Educação e Cultura Iranilda Figueiredo ressaltou a importância de se manter um olhar voltado para o meio ambiente a fim de se promover uma maior conscientização dos alunos. “Não podemos deixar essa relação fora do ciclo estudantil, porque temos que formar cidadãos conscientes. Todos nós temos de cuidar da natureza e do meio ambiente e a escola tem que realizar esse trabalho de conscientização com os alunos”, completou.
Dentre os trabalhos que serão realizados, a secretária destacou o programa Circuito Tela Verde, no qual os alunos terão a oportunidade de assistir audiovisuais que despertem uma maior conscientização com relação à preservação do meio ambiente, a exemplo da implantação da coleta seletiva, tema que, segundo ela, já vem sendo trabalhado nas escolas. “Nós temos que adotar a coleta seletiva nas escolas porque as escolas trabalham com papel e o papel hoje não pode simplesmente ser jogado no lixo. Tem que ser destinado à reciclagem”, disse.
Iranilda explicou que os professores do ensino fundamental I da rede municipal, coordenadores e diretores de escolas que participaram do encontro servirão como multiplicadores, passando a experiência vivenciada para grupos menores nas suas escolas de origem, onde irão planejar, levar sugestões e começar o planejamento da III Unidade baseados nessa temática.

A secretária espera que, a partir de agora, passe a acontecer uma real conscientização dos alunos e que eles comecem a adotar ações concretas voltadas para a conservação do meio ambiente, a exemplo da coleta seletiva. “Isso seria um bom início, pois a partir de uma conscientização implantada dentro da escola os filhos levariam a ideia para suas casas e assim conscientizariam os pais para a necessidade de se fazer uma coleta seletiva também nas residências”, ensinou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário