ESTADO DA BAHIA

ESTADO DA BAHIA

quarta-feira, 19 de fevereiro de 2020

Zé do Caixão morre aos 83 anos

O cineasta José Mojica Martins, mais conhecido como o personagem Zé do Caixão, morreu na tarde desta quarta-feira (19), em São Paulo, conforme informações do jornal Folha de São Paulo.
Zé do Caixão tinha 83 anos e estava internado no hospital Sancta Maggiore, na capital paulista. A causa da morte foi uma broncopneumonia.Ele é reconhecido como um dos mestres do terror mundial. Filmes como “A Meia Noite Levarei a Sua Alma” (1964) e “Esta Noite Encarnarei no Teu Cadáver” (1967), marcaram a carreira do ator e diretor. A última obra de sua filmografia foi “Encarnação do Demônio”, de 2008. Mojica deixa esposa e filha.Fonte/Varela noticia.

Kannário terá que pagar R$ 40 mil de indenização a ex-músico de sua banda

A Quarta Turma do Tribunal Regional do Trabalho da 5ª Região (TRT-5) condenou o músico e deputado federal Igor Kanário (DEM) a pagar uma indenização de R$ 40 mil ao seu ex-músico, Anderson Machado de Jesus.Além disso, a Justiça reconheceu o vínculo empregatício que existiu entre Kannário e o músico por quase oito anos, durante o período de 1º de janeiro de 2009 até 1º de dezembro de 2016.Por essa questão, o cantor e a sua antiga produtora, a Showmix Produções e Eventos, também foram condenados ao pagamento de uma série de obrigações trabalhistas, como FGTS, 13º salário e férias proporcionais ao período trabalhado, além de indenização referente ao seguro-desemprego e as parcelas rescisórias de aviso prévio e projeção.  
O ex-integrante entrou com ação contra Kannário e a Showmix na Vara do Trabalho, que não acolheu o pedido do percussionista. Anderson então entrou com o recurso no TRT-5, que reconheceu por unanimidade o pedido pelos desembargadores Maria Elisa Costa, Sebastião Lopes e Débora Machado, que também foi relatora do processo.
As partes condenadas ainda podem recorrer no Tribunal Superior do Trabalho (TST). A assessoria do cantor afirmou que “como o processo ainda é cabível de recurso", não vai fazer um pronunciamento sobre o caso.
Clique aqui e confira a setença completa.  

Fotos: Camarote Salvador 2020 investe no sensorial e inteligência cenográfica

[Fotos: Camarote Salvador 2020 investe no sensorial e inteligência cenográfica]

O Camarote Salvador, o mais caro do carnaval soteropolitano, propõe inovações com um toque de sofisticação em sua estrutura em 2020. O BNews visitou o espaço, na noite desta quarta-feira (19). Com o slogan “Transforme o Impossível”, o objetivo é proporcionar ao público uma experiência visual e inusitada que os leve para um universo único, segundo os organizadores.
Os abadás variam entre R$ 1.690,00 e R$ 3.300,00.  Os bares e bufês têm pontos espalhados por todo camarote e os serviços volantes, com média de um garçom para cada três pessoas, que não param de funcionar durante as doze horas de festa. 
Em 2020, o destaque fica para a inteligência cenográfica que proporcionará elementos distintos a cada noite de festa, tornando-a ainda mais exclusiva.  Mais de nove mil m2 serão estruturados com elementos que irão provocar uma imersão sensorial, sedutora e lúdica, criando ambientes impactantes e interativos. 
Neste contexto, um dos diferenciais é o projeto de cenografia, especialmente desenhado por Pazetto, responsável pela direção criativa e referência no segmento premium, em parceria com o know how da MChecon, responsável pela execução cenográfica.
A organização promete, ainda, o aperfeiçoamento dos espaços. Os foliões já serão impactados na chegada com o corredor de acesso, onde se pode sentir a grandiosidade do evento com um túnel e instagramável. Os dois mirantes, com mais de 1.200 m² cada e consideradas as maiores varandas do Carnaval de Salvador, também terão surpresas.
Um dos pontos mais disputados e desejados do evento é a Boate, que recebe os melhores nomes da música eletrônica nacional e internacional, e, em 2020, apresenta uma nova disposição do palco, trazendo o artista para uma arena central, abaixo de uma super estrutura de LED interativa. 
 
O Palco Praia, espaço pé na areia que recebe grandes nomes do carnaval, também promete novidades e apresentações de grupos locais que traduzem a essência brasileira e alma baiana.
O público do Camarote Salvador é composto em grande parte por pessoas de 26 a 35 anos, totalizando 71% do público. Entre os principais motivos de atração do público está o serviço all inclusive, reunindo conforto e segurança para uma experiência única durante todos os dias de festa, seguido pelas apresentações musicais. 
Para quem quiser descansar entre uma atração e outra, haverá uma área climatizada com deck de madeira oferecendo todo conforto ao público, além do Espaço Hair, Espaço Beauty, SPA e Customização. A área gourmet terá  opções de comidas e bebidas premium, como Absolut e Beefeater.
Com 20 anos de trajetória, o Camarote Salvador teve sua primeira edição em 2000 criados pelos empresários Luís Eduardo Magalhães Filho e Paulo Góes e, hoje, é referência de festival entre os maiores palcos do mundo mantendo sua característica vanguardista dentro do Carnaval.
Atrações
O clima de carnaval baiano estará em evidência por conta de Léo Santana, Banda Eva, Bell Marques, Harmonia do Samba, Alexandre Peixe, Tuca Fernandes e Denny Dean. A dupla Zé Neto e Cristiano comanda a sofrência enquanto Thiaguinho, com seu estilo musical moderno e diferente, traz o samba para o palco do camarote. O funk também não ficará de fora. Para animar os amantes do ritmo, Dennis e os MC’s Kekel, Livinho e Leozinho comandam o agito. Fonte/Bocaonews.


Confira abaixo programação completa:
20/02
Scazuzo
Banda Eva
Zé Neto E Cristiano
Alexandre Peixe
Aj Perez
Alexandre Schinitman
Fancy Inc
Claptone
Fabio Serra
Flow
21/02
Marcia Fellipe
Scazuzo
Léo Santana
Pedro Sampaio
Aj Perez
Fabio Serra
Pontifexx
Kungs
Jack E
Jetlag
22/02
Guga Meyra
Daniel Vieria
Bell Marques
Mc Leozinho
Aj Perez
Malifoo
Ghostt
Sam Feldt 
23/02
Suitxmusic
Negra Cor
Harmonia Do Samba
Mc Kekel
Aj Perez
Nervo (Boxtalents)
Kesia
24/02
Mc Livinho
Thiaguinho
Denny Denan
Aj Perez
Enjoy
Radiomatik
Martin Garrix
Dubdisko 
25/02
Suitxmusic
Jau
Tuca Fernandes
Dennis
AJ Perez
Breno Rocha
Meca
Vintage Culture
Larissa Gadotti

sábado, 15 de fevereiro de 2020

Suspeitos oferecem R$ 200 mil de suborno para policiais após apreensão de cigarros ilegais

Três homens detidos pela Companhia Independente de Policiamento Especializado (Cipe) Semiárido com R$ 101 mil em espécie e meio milhão de reais em cigarros contrabandeados, tentaram subornar policias após operação que teve início na noite de sexta-feira (14) e seguiu pela madrugada de sábado, na cidade de Canarana.
Os PMs faziam rondas quando desconfiaram de um carro modelo Corolla, parado próximo do posto Gameleira. Após abordagem e revista aos três ocupantes do veículo, os militares encontraram o dinheiro e uma pistola calibre 40, seis carregadores de pistola, farta munição, R$ 19,9 mil em cheques, rádio comunicador, celulares e cinco comprimidos de ecstasy.Durante depoimentos preliminares, o trio contou que trazia do Paraguai uma carga de cigarros ilegais. Disseram ainda que os materiais estavam em um caminhão, na cidade de Morro do Chapéu, e que o destino final seria o município de Jacobina. As equipes então, seguiram em diligência até o ponto indicado.
Dentro de um caminhão, em um posto de combustíveis de Morro do Chapéu, os PMs da Cipe Semiárido encontraram 524 caixas e mais 40 maços de cigarros avaliados em R$ 525 mil. 
No caminho para a cidade de Jacobina, onde o caso foi registrado, os criminosos ofereceram R$ 200 mil aos militares para que fossem soltos. “Nesse momento o tenente responsável pelos flagrantes informou que o trio responderia também pelo crime de corrupção ativa”, ralatou o major Carlos Maltez, comandante da Cipe Semiárido.Fonte/Varela noticia.

Tô velha mas não tô morta: idosos redescobrem tesão e sexo após os 60 anos

Quando jovem, a professora universitária Ana Beatriz Simon Factum teve seu "corpo esquecido" por conta das cobranças intelectuais e da vida acadêmica. Naquele momento, a prioridade era se especializar ao máximo, ser aprovada em um concurso e manter a produtividade. Hoje, aos 60 anos, ela se sente conectada como nunca antes à sua sexualidade - para ela, nada além que a junção do vigor físico ao mental. A ligação ficou ainda mais forte ano passado, quando se submeteu às tão sonhadas cirurgias plásticas que reduziram sua barriga e mamas. "Redescobri meu corpo",  exclama.

Parte da redescoberta passou também pela participação no documentário Nuas e Cruas, que deu origem ao ensaio que ilustra esta página. Ana Beatriz é a mulher que aparece sentada na cadeira, com as pernas cruzadas e os braços caídos sobre Rosângela Souza, 62, que também se dispôs a conversar com a nossa reportagem sobre sexo aos 60 e autorizou o uso da foto sem tarjas (!), inclusive na capa.
Ana Beatriz Factum (sentada na cadeira), 60, e Rosângela Sousa, 62, em cena do documentário Nuas e Cruas (Foto: Mariana Ayumi/ Divulgação)
“Sou a pessoa que busca dar visibilidade às questões das mulheres, às pautas que nos desafiam hoje. Pra mim é uma missão, até mesmo enquanto professora, me colocar à disposição disso para que outras mulheres, futuramente, vivam num contexto menos complicado”, complementa Ana Beatriz sobre o fato de ter topado se despir para o projeto idealizado pela fotógrafa baiana Mariana Ayumi.

Casada há 31 anos, mãe de duas filhas, ela fala de qualquer assunto relacionado a sexo e ao próprio corpo com a maior naturalidade. Masturbação, orgasmo, prazer... “Me masturbo para conhecer a mim mesma. Se você não se toca, como você vai dizer ao outro o que dá certo para você? Para dar certo para qualquer pessoa, você tem que se conhecer, permitir o autoprazer. Inclusive, isso é algo da minha vida inteira”, destaca.

Atualmente solteira, Rosângela Souza é outra dessas mulheres bem resolvidas que tem certeza de que o prazer parte de si. “Acho que namorei tanto na vida, que hoje sou mais recatada - e não tanto do lar! (risos). Me sinto bem só! Não é sobre não gostar das pessoas, não querer me relacionar, mas é só que eu fico bem sozinha também, e a vida acaba sendo isso de certa forma", pondera a funcionária pública, cujo último relacionamento foi com uma mulher. “Sou bissexual, gosto muito de namorar homem também”, complementa.

Quem já passou dos 60, e acredita que nunca lidará com esses assuntos de forma tão tranquila, o geriatra do Hospital Português Marcio Peixoto, 44, dá a dica: nunca é tarde para desenvolver a sexualidade. “Sexo é fundamental em todas as fases da vida. Diferente dos outros animais, em que a única função do sexo é reprodutiva, no ser humano ele é uma ligação e algo capaz de propiciar prazer”, explica. Por isso, é preciso ficar atento quando o interesse pelo sexo diminui e a justificativa é tão somente o envelhecimento.

Tudo muda
Claro que alterações biológicas e hormonais são capazes de alterar a relação com o desejo de mulheres - e de homens! -, mas a performance sexual pode (e deve) melhorar com a idade.

Segundo a psicóloga e pesquisadora em sexualidade Ana Paula Pitiá Barreto, 39, as mudanças de fase etária, sejam elas quais forem, não são uma razão para desistir do sexo, mas para explorar e entender o que funciona melhor para você agora. “Sexualidade não é só o ato sexual, mas é o prazer pela vida. O prazer da pessoa em se sentir desejada”, explica.
Ana Beatriz Factum fala sem qualquer tabu sobre assuntos envolvendo sexualidade e o próprio corpo "para que, futuramente, outras mulheres vivam num contexto menos complicado"  (Foto: Arisson Marinho/ CORREIO)

Fatores de vida e condições emocionais também têm repercussão em como cada um lida com o próprio corpo e com o sexo. “Se há bem-estar, a pessoa se permite viver essa experiência, sem ser limitada pela idade”, complementa a especialista, que elenca as condições médicas de hoje como outro aspecto positivo, que  tornou acessíveis diversos métodos de reposição hormonal, de próteses penianas e de lubrificantes íntimos.

Dona de uma farta obra sobre sexo na maturidade - que vai de livros e artigos a workshops e vídeos no YouTube -, a escritora americana Joan Price, 77, defende que a maneira como as pessoas lidam com a sexualidade depois dos 50 está mesmo mudando, mas não o suficiente. “Ainda há muitos que dizem: ‘Se não posso ter uma ereção, o sexo está acabado’ ou ‘se eu não tenho lubrificação, acabou o sexo’”, pondera.

Frases e pensamentos que saem quase que naturalmente da boca de muita gente, e que trazem embutidas a crença de que o prazer não é possível após determinada idade. “Quando eu me separei, aos 51 anos, o que eu mais ouvia era gente me perguntando se aquela era idade para isso. Mas, qual é a idade para se separar? A autoestima da mulher pode ser minada por esses parâmetros”, comenta a terapeuta Vivina Machado, 62, que aos 54 voltou a se envolver amorosamente e há oito anos mantém um relacionamento estável.
Parâmetros que, segundo Vivina, estão condicionados ao lugar central que o envelhecimento da mulher ocupa em nossa sociedade, e que também acabam fazendo do sexo aos 60 um tema. "Afinal, qual a diferença do sexo aos 20, aos 30, ou aos 60?", provoca."Eu penso que a gente vive numa sociedade, sobretudo a brasileira, onde há a hipervalorização da mulher jovem, do corpo jovem. Então, é como se a mulher mais velha ficasse, sexualmente, deficiente”, avalia.

A sexóloga Carmita Abdo, coordenadora do Programa de Estudos em Sexualidade da Universidade de São Paulo (USP), chama atenção para as particularidades biológicas e físicas de homens e mulheres idosos, que somados à dimensão sociocultural, podem justificar o declínio da atividade sexual.

"Temos doenças que acometem mais pessoas de idade avançada, como diabetes, hipertensão, colesterol alto, que implicam em problemas de ordem circulatória, e dificultam a ereção masculina e a lubrificação feminina. Nas mulheres, o fim da produção do estrogênio no processo pós-menopausa deixa a mucosa vaginal naturalmente mais ressecada, o que causa dor durante o ato sexual, fazendo que isso se sobressaia ao prazer. Além disso, as mulheres costumam não separar a dimensão afetiva da sexual, e se elas não estão emocionalmente realizadas com seus parceiros, tendem a não se interessar por sexo. Fora isso, há questões de ordem psiquiíca, como a depressão, que tem alta incidência entre os idosos", elenca.

Mas como diagnosticar se o desinteresse pelo sexo é fruto de uma opção ou algo motivado por umas dessas condições de saúde? “Existem pessoas que não se interessam pelo sexo, mas se havia interesse e, de repente, isso parou, é preciso observar. Sexo depende de saúde, é um parametro para você avaliar se você está bem física e emocionalmente. Reforço que sexo não é importante por si só, mas porque ele é reflexo, se configura como um indicador”, afirma Abdo. 
A terapeuta Vivina Machado ouviu de tudo quando se separou, aos 51 anos; hoje, aos 62, defende que idade não é impeditivo para nada (Foto: Marina Silva/ CORREIO)

É por isso que, para a terapeuta Vivina Machado, o interesse pelo sexo está conectado à própria energia vital. “Se eu me sinto uma pessoa sem atrativos, sem conexão com a força e a alegria de viver, de onde vem a libido? É mágica? É alguém que magicamente desperta isso? E como é prazer para você mesma?”, questiona ela, que é autora do método Diálogo e Gestão Criativa de Conflitos (DGCC).

Desejo
Casada por 27 anos com o primeiro namorado, que conheceu quando tinha 14, Regina*, 62,  foi redescobrindo sua sexualidade depois da separação. O passo definitivo para isso foi quando entrou em dois aplicativos de relacionamento por incentivo das amigas e do filho, que foi quem a cadastrou.

Descobriu em pouco tempo que conhecer alguém pelo Tinder  não era tão diferente assim de como acontecia na “vida real”. “Uma vez o cara me perguntou por mensagem, antes de me conhecer, o quanto eu media e o quanto eu pesava. Na hora, não quis mais assunto. Tem que ter amor próprio, e isso independe se é no aplicativo ou em uma festa”, sentencia.

Regina* é daquelas que gostam de namorar e, po risso, acha muito bonita e verdadeira toda aquela conversa de que é preciso achar alguém companheiro, mas não abre mão de sentir desejo e ser desejada. “Em qualquer idade você quer um parceiro, quer identificação, mas não adianta ter tudo isso e estar casada com um irmão. Busco um homem que me veja como mulher, que me deseje. Sexo faz parte da relação, e nunca abri mão disso porque sei que meu desejo é legítimo”, diz.
Depois de tantas experiências, inclusive de arranjar um namorado no Tinder (com quem ficou por dois anos), já tem gente querendo que ela dê palestra sobre o assunto. “É uma brincadeira das amigas, mas é isso que eu quero dizer para as pessoas: o mundo mudou, se permita, quebre paradigmas”, convoca.
cadê eles?

Único homem que topou a falar com a reportagem, Fabrício*, 60, assume que entre eles há mesmo um receio maior em falar sobre o assunto devido a problemas como a perda de ereção e da performance sexual - algo que não deixa de estar relacionado aos ideais de virilidade sempre associados ao masculino. 
“Como estamos vivendo mais, o que representa hoje 60 anos não é a imagem da pessoa mais velha, caquética. Os homens, já que costumam encerrar suas carreiras profissionais depois das mulheres, não aceitam parar, não querem deixar de fazer parte da sociedade, e a manutenção da vida sexual também tem a ver com isso”, associa.

Pai de três filhos, incluindo uma criança de três anos, Fabrício admite que foi aos 40 anos que viveu a melhor fase de sua vida. “Chegou os 50, e não senti abalo nenhum. Perdi um pouco a intensidade, mas ganhei em maturidade, na postura e em desempenho. Se não fosse o fato de estar com um filho pequeno, o que lhe demanda outras coisas, eu acredito que seguiria com a mesma sensação em relação ao meu corpo e a minha vida sexual hoje, aos 60”, estima.Fonte/Correioda bahia.

GOVERNO DO ESTADO 16 POLICLÍNICAS ENTREGUES


quinta-feira, 13 de fevereiro de 2020

Fotos de miliciano morto fortalecem suspeita de queima de arquivo, diz revista

O ex-policial militar do Rio Adriano Magalhães da Nóbrega era considerado peça-chave para o esclarecimento de dois casos: a expansão das milícias no Rio de Janeiro, muitas vezes com a ajuda clandestina de autoridades públicas, e o esquema envolvendo o gabinete do então deputado estadual Flávio Bolsonaro, hoje senador da República. Depois de um ano foragido, Adriano foi morto por policiais da Bahia, em fazenda em Esplanada, a 170km de Salvador.
A PM-BA descobriu o paradeiro de Adriano com a ajuda da equipe de inteligência da polícia fluminense. Segundo a versão oficial, ele reagiu a uma ordem de prisão e morreu após uma troca de tiros. De acordo com a Veja, a família de Adriano pretendia cremar seu corpo na quarta-feira (12), mas a Justiça proibiu. Isso porque, segundo a revista, surgiram dúvidas sobre os reais objetivos da operação policial, principalmente depois que se soube que dela participaram cerca de 70 homens equipados com fuzis, carabinas, pistolas, revólveres, espingardas, bombas de gás, drones, coletes e escudos à prova de bala.A revista Veja publicou imagens que revelam que Adriano da Nóbrega foi abatido com tiros disparados a curta distância. As imagens reforçam a acusação feita por sua esposa e por seu advogado de que ele foi executado — e de que as forças policiais nunca quiseram realmente prendê-lo. São fotografias de diversos ângulos, feitas logo depois da autópsia, que devem ajudar a revelar o que aconteceu nos minutos que se sucederam à entrada dos policiais no sítio onde o ex-capitão estava escondido, no município de Esplanada.
De acordo com a Secretaria de Segurança da Bahia, Adriano, depois de reagir, foi abatido com dois tiros — um de carabina e outro de fuzil. Um dos projéteis atingiu a região do pescoço. O outro perfurou o tórax. Também de acordo com a polícia baiana, mesmo atingido e tendo perdido muito sangue, o ex-capitão ainda estava vivo quando foi levado para o hospital, a 8 quilômetros do local do confronto, onde chegou morto. As fotos obtidas pela reportagem sustentam parte dessa versão. Os disparos que mataram Adriano da Nóbrega foram feitos a curta distância. Além disso, as imagens revelam um ferimento na cabeça do ex-capitão, logo abaixo do queixo, queimaduras do lado esquerdo do peito e um corte na testa.
As fotos, que foram obtidas com exclusividade pela Veja, foram submetidas à avaliação do médico legista Malthus Fonseca Galvão, professor da Universidade de Brasília (UnB) e ex-diretor do Instituto Médico Legal do Distrito Federal. Ele debruçou-se sobre o material sem saber a identidade do morto. Depois de ressaltar que o ideal seria estudar o próprio corpo e ter conhecimento das armas usadas na operação policial, Galvão citou alguns pontos que lhe chamaram a atenção. O primeiro são as marcas vermelhas localizadas próximas da região do peito, chamadas pelos peritos de “tatuagem”, que indicariam um tiro a curta distância - algo como 40 centímetros, no máximo. "Com esse disparo tão próximo, o mais provável é que tenha sido uma execução. Mas tem de analisar com mais detalhes”, disse, à Veja.O segundo ponto destacado pelo médico legista é uma marca que aparenta ser um tiro na região do pescoço. “Pode ter sido um disparo após a vítima ter caído no chão, porque a imagem me sugere ser de baixo para cima, da direita para a esquerda, em quase 45 graus. Esse disparo pode ser o que o povo chama de ‘confere’”, afirmou. Confere é o famoso tiro de misericórdia, efetuado quando não há a intenção de salvar a pessoa baleada. Galvão também destacou uma marca cilíndrica cravada no peito do corpo. “Tem muita chance de ser a boca de um cano longo após o disparo, quente, sendo encostada com bastante força por mais de uma vez. Nesse momento, ele estava vivo, com certeza, porque está vermelho em volta. É uma reação vital.”
O professor observou ainda que o ferimento na cabeça poderia ser um corte provocado por um facão, um machado ou um choque com a quina de uma mesa. Pessoas próximas a Adriano da Nóbrega dizem que ele foi torturado. O machucado na cabeça, por exemplo, teria sido resultado de uma coronhada de pistola.
Em laudo parcial divulgado pela Secretaria de Segurança da Bahia, perito diz não dispor de elementos “para afirmar ou negar” que houve emprego de tortura. A causa da morte foi “anemia aguda secundário à politraumatismo”
Sob a proteção do anonimato, outro especialista em medicina legal apontou como possível sinal de execução o disparo na lateral do corpo do ex-PM, provavelmente feito quando ele estava com os braços erguidos, em sinal de rendição. De acordo com a Veja, para esse perito, se tivesse havido troca de tiros, tal contusão teria de ser acompanhada de ferimentos também no braço esquerdo. Ele ainda observou que um dos disparos — no pescoço, abaixo da mandíbula — deve ter sido feito a curtíssima distância - algo como 15 centímetros. Assim como seu colega da UnB, o especialista ressalvou que o ideal seria fazer uma análise no corpo.
Ainda conforme a reportagem publicada pela Veja, familiares e conhecidos de Adriano estão certos de que houve execução. “Ele me ligou e disse que não adiantaria se entregar porque ninguém queria a sua prisão, mas sim a sua morte”, disse o advogado Paulo Emílio Catta Preta, que defendia o ex-PM na Justiça. Fonte/Correio24horas

AGRADECIMENTO DE CABELUDO DE ZÉ DE ZICA PARA TODOS QUE PARTICIPARAM DA INAGURAÇÃO FUNDAÇÃO SEGUNDA CASA DESTE SABADO 8 DE FEVEREIRO 2020


Quero deixar aqui os meus sinceros votos de agradecimento a todas as pessoas que contribuíram de alguma forma para o sucesso que tivemos na inauguração da Fundação Segunda Casa ontem. Foram dias de lutas, sem dormir, mas que graças ao nosso bom Deus um sonho, que inicialmente era apenas meu, quando sonhei junto com meus amigos e familiares se tornou uma grande realidade. Que Deus continue nos dando força e o apoio de vocês, pois tenham a certeza que esse equipamento será para todos os nossos irmãos inhambupenses, sem qualquer tipo de restrição ou preconceito; uma SEGUNDA CASA.

Um forte abraço do amigo Cabeludo de Zé de Zica e Família.






Quero deixar aqui os meus sinceros votos de agradecimento a todas as pessoas que contribuíram de alguma forma para o sucesso que tivemos na inauguração da Fundação Segunda Casa ontem. Foram dias de lutas, sem dormir, mas que graças ao nosso bom Deus um sonho, que inicialmente era apenas meu, quando sonhei junto com meus amigos e familiares se tornou uma grande realidade. Que Deus continue nos dando força e o apoio de vocês, pois tenham a certeza que esse equipamento será para todos os nossos irmãos inhambupenses, sem qualquer tipo de restrição ou preconceito; uma SEGUNDA CASA.
Um forte abraço do amigo Cabeludo de Zé de Zica e Família.

CABELUDO DE ZÉ DE ZICA FIRMA PACERIA COM ITACITRUS

A imagem pode conter: 2 pessoas, incluindo Cabeludo De Zé De Zica, pessoas sorrindo, pessoas em pé, sapatos e atividades ao ar livre
Hoje tivemos o prazer de firmar uma parceria com a Itacitrus, que através do seu proprietário Waldir Promícia, entendeu a importância que a Fundação Segunda Casa tem para a população inhambupense. Agradecemos a Deus por nos dar a oportunidade de juntamente com a empresa que mudou a economia do nosso município, ajudar também para a mudança necessária na área social, educacional e esportiva dos que mais precisam.

segunda-feira, 10 de fevereiro de 2020

Alex Lima quer investigação para descobrir o que foragido fazia na propriedade de seu irmão

Alex Lima quer investigação para descobrir o que foragido fazia na propriedade de seu irmãoApós o miliciano Adriano da Nóbrega, morrer no último domingo (9) (reveja aqui) no sítio de seu irmão, o vereador Gilson Batista Lima Neto, conhecido como Gilsinho da Dedé, o deputado estadual Alex Lima pediu que sejam feitas "rígidas investigações" para saber o que o criminoso foragido fazia no sítio de seu irmão em Esplanada. 

Em comunicado, Alex disse ter sido surpreendido com a informação de que o ex-capitão da PM do RJ, foragido da Polícia, havia sido morto numa propriedade de seu irmão."Confiamos no trabalho da Polícia, na Justiça e acima de tudo na verdade. Tenho certeza de que os fatos serão apurados e nós estaremos sempre dispostos a contribuir com as investigações", completou Lima. Fonte/ Bahia noticia.

Dono de sítio onde morreu miliciano, vereador vai deixar partido, diz PSL-BA

Dono de sítio onde morreu miliciano, vereador vai deixar partido, diz PSL-BAA Executiva do PSL da Bahia informou, nesta segunda-feira (10), que o vereador Gilsinho de Dedê deixará a sigla na janela partidária, que acontece do dia 5 de março até dia 3 de abril. Neste período, os vereadores poderão mudar de partido por justa causa, para concorrerem nas eleições majoritária ou proporcional sem perder o mandato.

O legislador é dono do sítio onde morreu o miliciano Adriano da Nóbrega, que é ligado ao senador Flávio Bolsonaro (PSL) e suspeito no envolvimento da morte da vereadora Marielle Franco (PSOL) (saiba mais aqui).

Irmão do deputado estadual Alex Lima (PSB), o vereador se filiou ao PSL quando a sigla integrava a base do governador Rui Costa (PT).

"O vereador Gilsinho da Dedé, assim como outros vereadores que foram eleitos antes de 2018, está aguardando a janela partidária para migrar para outra sigla. O diretório estadual do PSL Bahia nunca teve contato com o edil", diz a nota do PSL-BA enviada ao Bahia Notícias,Fonte/Bahianoticia.

Homens armados invadem SEMAS e roubam servidores em Inhambupe.

Dois desconhecidos armados invadiram a Secretaria Municipal de Assistência Social ( Semas ) no município de Inhambupe, intimidaram os servidores e roubaram objetos das vítimas no início da tarde desta segunda-feira, 10. O roubo aconteceu por volta das 13h, segundo informações dadas por trabalhadores da Secretaria. Ainda de acordo com um servidor público, os elementos entraram e logo na recepção exigiram os pertences dos presentes.Na ação, o ladrão perguntou quantas salas tinha na secretaria e saiu chutando as portas aterrorizando os funcionários. Depois fugiu levando dinheiro, celulares, documentos e objetos pessoais.Algumas das vítimas foram até a delegacia fazer B.O. A Polícia Civil tenta identificar a autoria do assalto.Fonte/Ronaldo leite.

domingo, 9 de fevereiro de 2020

FOI INAUGURADO NESTE SÁBADO 08 DE FEVEREIRO A FUNDAÇÃO SEGUNDA CASA DE CABELUDO DE ZÊ DE ZICA

Na tarde deste domingo 8 de fevereiro foi inaugurado a Fundação segunda casa do mais jovem da cidade de Inhambupe Cabeludo de Zé de zica, ele tinha um grande sonho que e ajuda as pessoas principalmente os seu inhambupense e região circo vizinhas pra que os jovem tenham uma oportunidade de exercer uma profissão no futuro. Com tanta luta ele consegui implantar a fundação segunda casa que era seu grande sonho, com isso ele obteve o apoio dos deputados Deputado Federal  Pastor Isidório  e do deputado Estadual Isidório Filho eles são um grandes paceiro que incentivar a jovem Cabeludo a implantar esse projeto tao grandioso para cidade de Inhambupe.No momento fizeram se presente as liderança politica do município como o Senhores Euberto luis,Ademar Simões, Vereadores Umberto,Jeovan Viera, e outras liderança com Ugo Simões, Rafael Dias,O Magnata Magno Alves ele que deu abertura de inauguração da fundação desde já ele agradece a presença de todos por participarem desta grande inauguração muito obrigado a todos.Fonte/Texto e imagem jc fotos digital(José Carlos).