quinta-feira, 10 de setembro de 2020

Bolsonaro confirma viagem a cidade baiana nesta sexta; governador não é convidado

 

O presidente Jair Bolsonaro confirmou a viagem que fará ao município de São Desidério, no oeste da Bahia, na manhã desta sexta-feira (11), para entregar ao Exército um trecho da obra da Fiol.

Além de participar da solenidade, marcada para às 10h, Bolsonaro também vai vistoriar obras da ferrovia no município, acompanhado do ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes.

Ao jornal Correio, o Governo do Estado informou que não foi notificado da presença do presidente da República no Estado, novamente.O caso é parecido com o que ocorreu no último mês de julho, quando o presidente também não convidou o governador Rui Costa (PT) a participar de uma inauguração na cidade de Campo Alegre de Lourdes tampouco o informou da viagem.

Nesta semana, em entrevista ao jornal O Globo, o governador baiano lamentou a falta de aviso por parte do Palácio do Planalto da presença de ministros e do presidente na Bahia.

“Ele não me convidou, nem avisou que estava vindo oficialmente. Eu soube pela imprensa. Nem ele nem os ministros, a maioria deles, quando vêm a Bahia sequer avisam. Alguns poucos (ministros) têm a delicadeza de avisar”, disse.Fonte/Varelanoticia.

Fux toma posse hoje como presidente do Supremo Tribunal Federal

 Fux toma posse hoje como presidente do Supremo Tribunal Federal

Ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal (STF), toma posse hoje (10) como presidente da Corte por um mandato de dois anos, durante o qual desempenhará o papel de chefe do Poder Judiciário. A ministra Rosa Weber assumirá a vice-presidência.

A solenidade de posse está marcada para as 16h, na sede do Supremo, em Brasília. Está previsto o comparecimento do presidente Jair Bolsonaro e dos presidentes do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), e da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), entre outras autoridades. O ato será transmitido ao vivo pela TV Justiça.

Devido à pandemia de covid-19, a cerimônia no plenário será restrita a poucos convidados. Apenas 50 cadeiras estarão disponíveis para utilização. Além de autoridades, poucos familiares de Fux e Weber devem estar presentes no local. Todos devem ter a temperatura aferida na entrada e o uso de máscaras será obrigatório.

Outras medidas de precaução foram tomadas, seguindo recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS), de acordo com o STF. Divisórias de acrílico foram instaladas na bancada de ministros e na mesa de honra, de modo a criar células individuais, por exemplo.

Fux e Weber foram eleitos em junho pelos demais ministros do Supremo. A votação seguiu a tradição de eleger como presidente sempre o integrante mais antigo da Corte que ainda não tenha assumido o comando do tribunal.

Ao assumir a presidência, Fux deixa a Primeira Turma do Supremo. A vaga no colegiado, em que são julgadas ações penais contra parlamentares, por exemplo, será ocupada por Dias Toffoli, que encerra nesta quinta-feira (10) seu biênio como presidente do Supremo.

Perfil
Nascido em 1953 no Rio de Janeiro, Fux formou-se em direito pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj) em 1976. Dois anos depois, passou a atuar como promotor de Justiça. Em 1983, ele ingressou na magistratura ao passar em primeiro lugar no concurso para juiz estadual.

Fux atuou também como juiz eleitoral, antes de ser nomeado desembargador do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJRJ), em 1997. Tornou-se ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ) em 2001, por indicação do então presidente Fernando Henrique Cardoso.

le assumiu uma das 11 cadeiras no Supremo Tribunal Federal (STF) em março de 2011, após ser indicado pela ex-presidente Dilma Rousseff na vaga deixada por Eros Grau, que se aposentara. 

Ao longo da carreira, sobretudo nos 10 anos em que esteve no STJ, Fux notabilizou-se pela especialização em direito civil, tendo coordenado o grupo de trabalho do Congresso que resultou na reforma do Código de Processo Civil (CPC), sancionada em 2015. Na área penal, em julgamentos da Lava Jato, Fux costuma votar mais alinhado às posições do Ministério Público.Fonte/Correio24horas.

terça-feira, 8 de setembro de 2020

Campanha Serasa Limpa Nome termina nesta terça-feira


O primeiro passo é acessar o site da Serasa ou baixar o aplicativo no celular, digitar o CPF e preencher um breve cadastro. Com isso, é possível usar os serviços com a garantia de que só o próprio consumidor terá acesso aos seus dados. O interessado também pode regularizar débitos financeiros pelo WhatsApp, através do número: (11) 98870-7025.

Por Agência Brasil – Brasília

Termina nesta terça-feira (8) o prazo para quitação de dívidas por apenas R$ 100, uma iniciativa da Serasa em conjunto com 21 empresas parceiras: Tricard, Recovery, Ativos, Itapeva, Credsystem, Avon, Pernambucanas, Casas Bahia, Ponto Frio, Anhanguera, Unopar, Pitagoras, Unime, Iuni, Uniderp, Unirondon, Unique, Hoepers, Algar, Calcard e Vivo. Até momento, a campanha Serasa Limpa Nome negociou o pagamento de 2,5 milhões de débitos.

A oportunidade vale para quem possuir dívidas que variam entre R$ 200 e R$ 1.000 com as empresas envolvidas. De acordo com a Serasa, um total de 21,5 milhões de dívidas podem ser quitadas nesta campanha.

Passo a passo
A Serasa criou um roteiro prático para que os consumidores possam aproveitar o último dia renegociações por R$ 100. Como as agências físicas da empresa estão fechadas durante a pandemia, todo o processo está sendo feito exclusivamente pela internet.

Ao entrar na plataforma, todas as informações financeiras do consumidor já aparecerão na tela, devidamente explicadas, incluindo as dívidas que tiver. Se quiser conhecer as condições oferecidas para pagamento, basta clicar para ser direcionado até uma nova página, onde serão apresentadas as mais variadas opções para renegociar cada débito.

Depois que você escolher uma das opções de valor, é só escolher se vai ser à vista ou em parcelas, e a melhor data de vencimento. Em seguida, a plataforma da Serasa gera um ou mais boletos, dependendo da forma de pagamento escolhida, já com a data de vencimento escolhida. Com o boleto o consumidor pode optar em pagar pelo aplicativo do banco em que tiver conta, que consegue ler o arquivo diretamente do computador, ou então imprimir a via e pagar na agência ou nas casas lotéricas.Fonte/suburbionews.

Caixa destina R$ 50 milhões do Pronampe para microcrédito

 [Caixa destina R$ 50 milhões do Pronampe para microcrédito]

Caixa Econômica Federal disponibilizou R$ 50 milhões em microcrédito. Na última quinta-feira (3), o Ministério da Economia aumentou o limite da Caixa para contratação pelo Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Pronampe) em R$ 2,55 bilhões.

Dentro desse novo limite, a Caixa direcionou R$ 50 milhões para beneficiar cerca de 3 mil microempresas.

Até o momento, a Caixa contratou cerca de R$ 1,8 bilhão na nova fase do Pronampe. No acumulado, já foram contratados R$ 9,1 bilhões por meio da linha.

O Pronampe Microcrédito conta com a parceria do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) para o crédito assistido antes e após a contratação com a Caixa.

O recurso pode ser utilizado para o capital de giro isolado ou associado ao investimento. Os clientes podem utilizar o crédito, por exemplo, para realizar reformas, adquirir máquinas e até mesmo direcionar os recursos para as despesas operacionais, como o pagamento de salário de empregados, compra de matérias primas ou de mercadorias.

Como funciona

Direcionada às microempresas com faturamento anual de até R$ 360 mil, a nova linha tem crédito limitado a R$ 20 mil. O prazo total do financiamento é de 36 meses, sendo oito de carência, com a capitalização mensal dos juros, que serão incorporados ao saldo devedor. A taxa de juros anual máxima é igual à taxa básica de juros, a Selic, mais 1,25% ao ano.

As microfinanças na Caixa são soluções para o desenvolvimento social e a recuperação do empreendedor brasileiro informal ou formalizado.

Linhas de crédito para MPEs

Além do Pronampe, a Caixa informa que oferece várias linhas de créditos para micro e pequenas empresas (MPE), como o Fundo de Aval para as Micro e Pequenas Empresas (Fampe), linha disponibilizada em parceria com o Sebrae para Microempreendedores individuais e MPEs.

Somando as duas linhas, a Caixa superou R$ 11,3 bilhões em fomento às MPEs durante o período de pandemia da covid-19.

Como contratar

Os clientes devem acessar o site da Caixa e preencher um formulário de interesse ao crédito. O banco entrará em contato se a empresa estiver apta a contratar o financiamento. A solicitação também pode ser feita nas agências da Caixa.Fonte/ Bocaonews.

A semanas da campanha, Rui Costa e ACM Neto inauguram juntos nova UBS em Pirajá

 

O prefeito ACM Neto (DEM) e o governador Rui Costa (PT) novamente vão se encontrar, desta vez para inaugurar a Unidade Básica de Saúde (UBS) de Pirajá, nesta quinta-feira (09), em Salvador.

O equipamento, localizado na Rua Elísio Mesquita (perto da Escola Municipal Professora Alexandrina dos Santos Pita), foi construído pelo governo do Estado e será gerido pela Prefeitura de Salvador.

O novo encontro de Rui e Neto acontece a semanas do início da campanha eleitoral, em que Neto tenta fazer Bruno Reis (DEM) como sucessor, enquanto o governador quer eleger Major Denice (PT) prefeita da capital baiana.A UBS atende a uma antiga reivindicação da comunidade, através da oferta de serviços de atenção integral, desde o recém-nascido ao idoso, por meio de atendimento médico, de enfermagem e odontológico.

Cerca de 460 pessoas serão atendidas diariamente no posto. A equipe de profissionais irá cumprir jornada de trabalho de 40 horas semanais.Fonte/Varela Noticia


quarta-feira, 2 de setembro de 2020

Igreja Católica de Inhambupe anuncia retorno de missas presenciais a partir de domingo, 6

 


O bispo Dom Paulo Romeu, da Diocese de Alagoinhas, autorizou a volta das celebrações presenciais na paróquia do Divino Espirito Santos do município de Inhambupe.


O comunicado foi publicado na página social da paróquia pelo pároco Renato Peixinho.

De acordo com a nota, as celebrações podem ser realizadas nas quintas-feiras e domingos às 19h.

Para participar da missa é preciso agendar antes na secretaria da paroquia, por telefone ou presencial, pois o limite de pessoas na igreja será de 45 por celebração.

Idosos, crianças e pessoas de riscos NÃO devem participar.

Mesmo voltando as celebrações presencial, a igreja manterá as transmissões das celebrações pelas plataformas digitais: YouTube, Facebook, Radio Inhambupe FM.

terça-feira, 1 de setembro de 2020

Convenções partidárias podem ser realizadas ate dia 16

Com as alterações no calendário eleitoral deste ano, o novo prazo para a realização das convenções partidárias começa nesta segunda-feira (31). As convenções partidárias vão definir as coligações e escolher os candidatos a prefeito e vereadores nas eleições municipais em todo o país. Além disso, também inicia o período para registro de candidaturas no TSE.

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) autorizou, este ano, que as convenções fossem realizadas de forma virtual, pelos partidos, por conta da pandemia do coronavírus.
De acordo com a resolução, os partidos poderão realizar suas convenções em formato virtual ou presencial até 16 de setembro, atendendo às recomendações de saúde para evitar a propagação do vírus.
A expectativa é que o número de convenções marcadas aumente significantemente nos próximos dias, para que seja possível cumprir com folga o prazo final para a realização dos eventos, que é 16 de setembro. Aos partidos políticos é assegurada a autonomia para a utilização das ferramentas tecnológicas que atenderem mais adequadas para as convenções (Zoom, Google, Meet, YouTube, Skype, entre outros meios).
A partir das escolhas em convenção, os candidatos já podem apresentar os pedidos de registro à Justiça Eleitoral.
De acordo com a Justiça Eleitoral até 4 de dezembro de 2020, as polícias judiciárias, os órgãos das Receitas Federal, Estadual e Municipal, os tribunais e os órgãos de contas auxiliarão a Justiça Eleitoral na apuração dos delitos eleitorais, com prioridade sobre suas atribuições regulares.
Confira calendário eleitoral;
31 de agosto a 16 de setembro: convenções partidárias para definição de coligações e escolha dos candidatos. Podem ser realizadas por meio virtual;
31 de agosto a 26 de setembro: período para o registro de candidaturas. Início do prazo para que a Justiça Eleitoral convoque partidos e emissoras de rádio e TV para elaboração do plano de mídia;
27 de setembro: Início da Propaganda Eleitoral, inclusive na internet
15 de novembro: 1º turno das eleições;
29 de novembro: 2º turno das eleições;
15 de dezembro: Último dia para entrega das prestações de contas;
18 de dezembro: Prazo final para diplomação dos eleitos. / Com informações, RedeGnv